Maternidade

Os primeiros sintomas de gravidez: como saber se estou grávida?

Existem diversos sinais de gravidez, porém, os principais são o corrimento vaginal, uma cólica persistente e um certo inchaço no abdômen.

Você conhece os sinais de gravidez? Provavelmente a a gravidez é um período em que ocorrem diversas mudanças no corpo da mulher. Lembre-se que, acima de tudo, o organismo está se preparando para a geração de uma outra vida.

Certamente, um dos primeiros sinais de gravidez é o atraso da menstruação. Ou seja, é neste momento que a mulher desconfia, primeiramente, que pode estar grávida.

Apesar disso, existem outros sinais de gravidez que podem ser percebidos antes da menstruação não descer. Contudo, podem ser bem sutis e é necessário muita atenção e conhecimento para a identificação. Principalmente porque eles podem variar em cada mulher.

Consequentemente, preparamos uma lista para as futuras mamães com os 10 primeiros sinais de gravidez que podem surgir.

Confira os 10 primeiros sinais de gravidez

1. Corrimento vaginal com cor rosa

Primeiramente, este sintoma pode aparecer nos primeiros sete dias de gravidez. Isso porque, após a fecundação do óvulo, podem surgir resquícios de sangue da entrada do espermatozoide no óvulo e do caminho que ele fez até chegar lá.

Contudo, o corrimento vaginal pode acontecer logo após a relação sexual, ou também até 3 dias depois.

2. Cólica e inchaço no abdômen

Certamente, com o óvulo fecundado, o corpo da mulher começa a se preparar para cuidar dele. Por isso, o fluxo sanguíneo na região pélvica passa a ser mais intenso. Ou seja, o que você pensa que pode ser uma simples cólica menstrual, pode ser o início se sua gestação.

Entre os primeiros 7 dias a duas semanas, as mudanças pélvicas são intensas. Além do maior fluxo de sangue, a adaptação do crescimento uterino pode deixar sua barriga inchada. E, por volta das 7 semanas de gravidez, a parte de baixo do umbigo endurece.

3. Mamas com sensibilidade e inchaço

Inicialmente, a partir de duas semanas de gestação, a mulher pode observar seus seios mais sensíveis. Isso porque os hormônios continuam a trabalhar a todo vapor, iniciando o estímulo às glândulas mamárias para a amamentação.

Além disso, pode-se observar inchaço na região dos mamilos e escurecimento das auréolas, pelo fato de haver mais sangue circulando por lá.

4. Cansaço repentino

Certamente esse é um dos sinais de gravidez mais comuns, e ele pode se estender por toda a gestação. O cansaço pode crescer com mais velocidade durante as 12 primeiras semanas, na adaptação do corpo para o período.

Este cansaço pode ser perceptível na realização de atividades do dia a dia que anteriormente não causavam fadiga facilmente.

5. Repulsa cheiros fortes

Este sinal de gravidez é um dos mais conhecidos. Os cheiros podem ser os mais variados, entre odores de comida, perfume, gasolina, etc. Com isso, eles podem levar a náuseas e vômito.

Além disso, o paladar também pode sofrer alterações, tornando os alimentos para as grávidas muitas vezes enjoativos e com sabor exagerado.

6. Mudanças de humor

Comum nas primeiras duas semanas de gestação, a mulher pode notar picos de diferenças de humor grandes, sem motivos. Uma situação comum é choro fácil em situações que antes usuais.

A causa de tudo: mais uma vez os hormônios, que causam desequilíbrio nos níveis de neurotransmissores.

7. Vômitos e enjoos

Sintomas mais comuns na gravidez. Eles aparecem com frequência pela manhã. Contudo, eles surgem na altura da sexta semana de gestação. Porém, nem sempre estes enjoos são acompanhados de vômitos. Na maioria das vezes eles somem.

Outro fator que pode incomodar é o excesso de saliva, que tornam os enjoos ainda mais desagradáveis.

8. Sono, tontura e dor de cabeça

Por conta da queda da pressão arterial, o sono e tonturas são muito comuns no período da gravidez. Além disso, queda da glicose e a inconstância na alimentação, causada pelos vômitos, agravam a situação.

Este sinal de gravidez costuma se estender entre a quinta e vigésima semana. Ademais, as dores de cabeças também aparecem, não sendo intensas, mas constantes.

9. Aumento na vontade de fazer xixi

No decorrer da gravidez, a mulher passa a produzir uma série de hormônios, como a progesterona. Ele é necessário para que o bebê cresça saudável.

Contudo, por causa disso, os músculos da bexiga passam a ficar mais relaxados, tornando difícil eliminação por completo de toda a urina contida. Daí vem a vontade constante de urinar.

10. Espinhas

Outro efeito colateral do bombardeamento de hormônios é o excesso de espinhas, além da pele oleosa. Com este sinal de gravidez, a mulher tem que se cuidar, utilizando produtos de higiene que façam o controle da oleosidade da pele.

Este texto foi útil para você? Então você também irá ler sobre: Grávida menstrua? – Pode acontecer? É normal? Causas do sangramento.

Fonte: Tua Saúde

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você