Moda

Victoria’s Secrets – Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência

Inicialmente, a Victoria's Secrets era uma marca apenas de lingerie, mas hoje oferece uma linha exclusiva de produtos, como pijamas e roupas.

A Victoria’s Secrets por mais que seja uma marca bem renomada e conhecida por todo o mundo, seu início ainda não é tão compreendido assim. Inclusive, quase ninguém sabe porque realmente as modelos são chamadas de Angels. Ou qual é o verdadeiro segredo da marca.

Sobretudo, a Victoria’s Secrets é uma marca, que inicialmente, seria só de lingerie. Contudo, hoje ela também oferece uma linha exclusiva de produtos, como pijamas, roupas, moda praia, peças fitness. Além de, cosméticos e produtos para cuidados femininos.

Vale ressaltar, que essa marca não só atende o público feminino, como também procurou investir em produtos masculinos. Aliás, ela investe em colônias e loções pós-barba. De modo geral, a Victoria’s Secrets possui lojas espalhadas pelo mundo, e certamente, caso queira, você conseguirá adquirir um de seus produtos.

Mas, afinal, por que tanto sucesso? O que ela fez de diferente das demais lojas? Caso ainda não saiba, a Victoria’s Secrets nasceu em 1970, o período em que a revolução sexual estava no apogeu. Assim sendo, por ser uma loja que desde o início, incentiva a sensualidade feminina, se tornou um grande marco para a época.

Início de tudo

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
G1

Primeiramente, é importante destacar que tudo realmente, começou no ano de 1977, na cidade americana de São Francisco. Sobretudo, o seu fundador foi Roy Raymond, um estudante da Stanford Graduated School of Business. Mas afinal, por que um homem teria o interesse de abrir uma loja de lingerie?

Basicamente, Roy Raymond, decidiu abrir sua primeira loja de lingerie no shopping Stanford pois, estava cansado de passar vergonha ao comprar lingerie para sua esposa. Inclusive, é importante destacar, que nesse tempo, comprar lingerie não era algo comum como é hoje. Na verdade, era um verdadeiro tabu.

Afinal, as lingeries não era nada mais, nada menos, que peças íntimas práticas, básicas, sem sensualidade e sem prazer. Por isso, realmente existia essa vergonha e opressão, quando um homem comprava alguma lingerie. Enfim, com o intuito de deixar outros homens, assim como ele, mais confortáveis, ele criou a Victoria’s Secrets.

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue

Vale destacar, que o nome se originou por conta disso também. Aliás, ele criou a primeira loja toda revestida de detalhes vitorianos. Afinal, o “Victoria” foi uma referência à sensualidade contida da era Vitoriana. Ou seja, na sensualidade inglesa da rainha Vitória.

Enquanto o “Secrets” seriam os segredos que Victoria escondia embaixo de suas roupas. Assim ele, criou uma loja com uma fachada mais discreta e misteriosa. Afinal, o intuito era deixar os homens mais tranquilos. Contudo, por dentro, ele procurou se inspirar em bordéis.

Tanto é que a loja, continha tapetes orientais, madeira escura e drapeados em seda, luzes baixas, sofás aveludados e outros detalhes, que faziam com que os homens se sentissem mais confortáveis.

Mudanças na Victoria’s Secrets

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Cláudia.Abril

Assim sendo, como já dissemos essa loja, por ter iniciado em um período que as pessoas, buscavam liberdade sexual, ela começou render muito. Tanto é que ele abriu três lojas e começou catálogos em menos de cinco anos. Contudo, após cinco anos, Roy Raymond vende a empresa para o grupo The Limited, em específico para Leslie Wexner.

A título de curiosidade, ele vendeu Victoria’s Secrets por 4 milhões de dólares. Porém, para a infelicidade do ex dono Raymond, a empresa após dois anos de venda, passou a valer mais de 500 milhões de dólares. Inclusive, incapaz de lidar com essa situação, Raymond cometeu suicídio pulando da ponte Golden Gate, em São Francisco, em 1993.

Sobretudo, Victoria’s Secrets passou a ser mais rentável, pois Leslie Wexner abriu diversas lojas pelo país nos anos 1980. Além do mais, ele ampliou a loja, para que ela vendesse não só lingeries como também roupas, perfumes e sapatos.

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: FFW.Uol

Contudo, a principal estratégia de venda, não foram essas. Na verdade, Leslie Wexner mudou o direcionamento do público-alvo da empresa. Ou seja, como já citamos Raymond criou um negócio direcionado aos homens, mas não às mulheres. Assim sendo, Leslie transformou Victoria’s Secrets em uma loja absolutamente feminina.

De modo geral, ele manteve a identidade da marca. Porém, modificou o estilo de bordel para padrões florais, músicas clássicas, perfumes sofisticados. E claro, iniciou inúmeros catálogos em estilos de revistas. Que inclusive, todos pareciam ter saído da Vogue. Ou seja, ele recriou novos produtos.

Victoria’s Secrets internacionalmente conhecida

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: G1.Globo

Após essa repaginada na marca, a Victoria’s Secrets se tornou a maior rede de lingeries dos Estados Unidos. Aliás, elas chegaram a atingir mais de US$ 1 bilhão em vendas. Após anos, ela passou a ter lucros superiores a US$ 5 bilhões.

Sobretudo, em 1995 o grupo já possuía 670 lojas nos Estados Unidos. Aliás, nesse mesmo ano eles encenaram o seu primeiro desfile, repleto de modelos bonitas. Desde então, os desfiles passaram a ser um dos espetáculos mais assistidos e esperados pelo público que se interessava em moda, beleza e maquiagem.

Aliás, os desfiles eram realmente diferenciados. Pois, eles faziam um verdadeiro show de moda. Onde as modelos, encaravam performances, desfilavam com asas, em cenários extremamente perfeitos e com cantores muito conhecidos.

Dentre as modelos, que já passaram pelas passarelas, podemos citar. Naomi Campbell, Heidi Klum, Tyra Banks, Stephanie Seymour, Laetitia Casta, Doutzen Kroes, Gisele Bündchen, Alessandra Ambrosio, Karlie Kloss. Além das Sharam Diniz e Sara Sampaio.

As famosas Angels

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: G1.Globo

A título de curiosidade, as modelos ficaram conhecidas como Angels, justamente por conta das asas nas costas que algumas modelos usavam, durante os desfiles. Contudo, apesar de serem mais de 40 modelos, nem todas tinham o direito ao título de angel. Na verdade, somente 10 ou 15 modelos ganhavam esse título, durante os desfiles.

Inclusive, essas que ganhavam, eram as modelos que desfilavam com as peças mais caras e trabalhadas. Como por exemplo, o sutiã fantasy bra, o qual custou US$ 2 milhões de dólares, cerca de R$ 8 milhões de reais. Aliás, uma modelo brasileira, que já foi classificada como angel, foi a Gisele Bündchen.

Aliás, essas peças mais trabalhadas e caras, normalmente demoravam mais de 600 horas para serem confeccionadas e continham mais de 6000 pedras preciosas. Sobretudo, eram por esses detalhes, que as peças da Victoria’s Secrets eram diferenciadas. Pois, usavam materiais de alta qualidade, com designs inovadores. E repletas de sensualidades.

Escolha das Angels

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: G1.Globo

Primeiramente, a tarefa de se tronar uma Angel e uma modelo da Victoria’s Secrets não é nada fácil. Aliás, envolve, dietas rigorosas, treinos intensivos, pressão psicológica e muita concentração e foco. Ou seja, não é tarefa fácil, é na verdade bem complicado.

Aliás, não basta ter um rosto bonito e um corpo perfeito. Acima de tudo, é necessário se ter personalidade, atitude, simpatia, jogo de cintura, ousadia e muita sensualidade. Contudo, após ser escolhida, o trabalho ainda triplica. Pois, as modelos precisam viver em dietas restritivas e treinos intensos.

Inclusive, nas semanas anteriores ao desfile, elas só consomem refeições líquidas. Como, sopas, vitaminas, sucos e caldos. E quando chega no dia do desfile, normalmente elas param de comer e beber 12 horas antes. Pois, assim elas conseguem perder ainda uns 4 quilos, mais ou menos. E ainda devem beber 3 litros de água por dia.

Contudo, essas dietas extremamente restritivas, podem causar problemas graves a saúde. Como por exemplo, falência múltipla de órgãos. Além dessas dietas, as modelos precisam praticar esportes. Sendo assim, algumas optam por balé, pilates, lutas, ou academias mesmo. Aliás, treinam todos os dias, sendo duas vezes ao dia.

Exigências

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Capricho

Além de treinos e dietas, para se tornar uma modelo da Victoria’s Secrets elas precisam seguir um padrão biométrico. Ou seja, ter no mínimo 1,75 de altura, ter uma cintura de 60 centímetros de circunferência e não pode ter mais do que 18% de gordura corporal.

A título de curiosidade, uma mulher saudável, tem em média 24% de gordura corporal. Enquanto, atletas femininas cerca de 20%. Ou seja, elas ainda ficam a baixo da média. Fora isso, ainda tem as pressões psicológicas, que com certeza vocês já devem imaginar. Afinal, aumentar um quilo nelas, pode ser motivo de expulsão.

Outra exigência, é as Angels dormirem de salto alto todos os dias. Além de dormirem, elas precisam também ficar praticamente o dia todo com eles. Pois, os técnicos acreditam que isso pode ser uma forma de preparo e de costume para o desfile. Até porque, assim o salto pode virar uma extensão do corpo delas.

Agora em casos mais extremistas, existem modelos que se submetem a crioterapia. Basicamente, essa é uma técnica que pode tonificar o corpo das mulheres. Ou seja, deixá-los de uma forma que impressione mais. Contudo, essa técnica deve se entrar em um tanque de gelo, com -120º, durante o dia todo, mais ou menos.

Problemas maiores

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: G1.Globo

Após 20 anos, em 2018 os desfiles foram cancelados. Primeiramente, o principal motivo foi a queda progressiva da audiência do desfile. Sendo mais específica, em 2014 atraíram uma audiência de nove milhões de telespectadores americanos. Já em dezembro de 2018, foram apenas 3,3 milhões.

Além do mais, no ano de 2019, ocorreu uma baixa de 7% em relação ao ano de 2018. Como por exemplo, as vendas de 1,1 bilhão de dólares só foram superadas no terceiro trimestre. Fora isso, ocorreu o fechamento de mais ou menos trinta lojas da Victoria’s Secrets.

Basicamente, a Victoria’s Secrets perdeu em tornou de 252 milhões de dólares. Contudo, alguns afirmam que essa fase ruim pode ser por conta de inúmeras polêmicas, sobre as imagens das modelos. De modo geral, a Victoria’s Secrets ficou conhecida como usar as mulheres como objetos.

Assim sendo, pode se destacar que a Victoria’s Secrets realmente está vivendo em um período de crise. Além da queda de ações, fechamento de lojas, e o fim dos desfiles-show, a Victoria’s Secrets também passa por outros problemas. Como, falta de diversidade de mulheres, casos de assédio e agressões sexuais sofridos por modelos.

Principais polêmicas

1- Diretor de marketing

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue

Primeiramente, como você já deve ter percebido, o padrão de modelos da Victoria’s Secrets, são aquelas bem magrinhas, com corpos esculturais e com uma altura favorável. Contudo, com a mudança de pensamento e de geração, esse “corpo padrão” passou a ser criticada.

Como por exemplo, começou a ser pedido modelos plus size ou mulheres trans nos desfiles. Contudo, a resposta do diretor de marketing da marca, não foi nada agradável. Aliás, deu se a entender que ele não concorda com essa diversidade nos desfiles. Ou seja, ainda deveria permanecer modelos extremamente magras e altas.

2-Modelos contra o assédio

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Estadão

Sobretudo, a Victoria’s Secrets já passou por inúmeras polêmicas em relação, a casos de assédio e agressões sexuais sofridos pelas modelos. Inclusive, o principal acusado foi o amigo e funcionário de Leslie Wexner, o Jeffrey Epstein. Aliás, ele foi morto na prisão após ser acusado de agredir sexualmente jovens menores de idade durante anos.

Por conta desse caso e de outros casos de assédio sexual, estupro e até mesmo tráfico de modelos e aspirantes à profissão, um grupo de mais de 100 modelos fizeram um baixo-assinado, pedindo a grife para proteger as modelos. Inclusive, modelos bem renomadas, fizeram parte desse baixo-assinado.

Rihanna X Victoria’s Secrets

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Estadão

Sobretudo, enquanto a Victoria’s Secrets vive um momento polêmico, Rihanna aproveita para crescer com sua marca de lingerie, Savage. Aliás, ela cresce cada dia mais, justamente por apresentar diversidade de padrões de beleza. E ainda por entregar produtos que deixam as mulheres sexys e sensuais.

Basicamente, Rihanna colocou como prioridade, o sentimento das mulheres. Ou seja, sua proposta é fazer com que as mulheres aprendam a dominarem os seus próprios corpos e seus desejos. Dessa forma, assumindo suas formas, curvas sem se preocuparem com a opinião masculina.

Além dessa, “rixa” com a Victória’s Secrets, em um dos desfiles da marca, Rihanna havia sido convidada para cantar. Contudo, faltando apenas uma semana, ela cancelou a participação. Sobretudo, há boatos de que esse cancelamento, teria algo a ver com a substituição da modelo Jourdan Dunn, que é sua amiga, por Kendall Jenner.

Modelos da Victoria’s Secrets

Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Vogue
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Moda.IG
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Moda.IG
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Moda.IG
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Moda.IG
Victoria's Secrets- Início da marca, desfiles, polêmicas e possível falência
Fonte: Selfie modelos

Enfim, o que achou da nossa matéria? Descobriu muita coisa?

Vem conferir mais matérias do Área de Mulher: Movimento Corpo Livre, o que é e como ensina a amar o corpo como ele é 

Fontes: Youtube, Academia do importador, Vogue, Moda.IG, Vogue.Globo, Estadão, Isto é, G1.Globo, Donna Moda, Capricho

Imagem de destaque: Notícias ao minuto

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você