Saúde

7 chás diuréticos para inchaço e retenção de líquidos

Os chás diuréticos são bastante usados nas dietas de emagrecimento. Eles atuam diretamente na retenção de líquido do organismo e melhoram os sintomas do inchaço.

É horrível quando nos deparamos com inchaço e, de repente, as roupas ficam todas apertadas. Os chás diuréticos são os melhores caminhos para combater esse mal. Além de saudáveis as ervas estimulam a saída do líquido retido no organismo. Consequentemente, vários outros benefícios são somados devido o hábito e a erva escolhida. Ou seja, cada tipo de chá tem sua especificidade, portanto pesquise bem quando for tomar.

Atualmente, a técnica que vem se popularizando é a bioenergética. De acordo com as necessidades do seu corpo os chás são escolhidos a dedo. É partir do uso diário que se estimula a produção da urina e com isso o sistema urinário passa a eliminar todo o acúmulo de líquido no organismo. Mas, saiba que não significa que apenas uma xícara irá resolver o seu problema.

O que são os chás diuréticos?

A princípio, os chás diuréticos são folhas, cascos de árvores, ou raízes que em suas substâncias estimulam a produção de urina, após ingeridas. Esses métodos naturais são ideais para o tratamento contra a retenção de líquidos. Ou, até mesmo em doenças bacterianas que atingem a bexiga, ou o rim. Sob o mesmo ponto de vista, muitas mulheres usam dessas artimanhas para diminuir o inchaço, reduzindo a retenção de líquido, e acabam se sentindo mais bonitas.

No entanto, há outro fator de grande influência dos chá diuréticos. A pele acaba se beneficiando da rotina, pois fica com a textura mais agradável. Isso ocorre, porque o líquido é antioxidante. Além disso, a derme fica mais hidratada e tonificada. Logo, são muitos os pontos positivos para o uso dos chás diuréticos, ou seja, basta ter disciplina na hora de colocar este novo hábito em prática.

Efeitos dos chás diuréticos

A princípio, o principal efeito é o aumento da produção urinária. Esta reação é a mais buscada pelas pessoas. Mas, há ainda outros efeitos benéficos que acabam vindo junto ao consumo. Durante o processo de filtrar e de reabsorver o líquido do corpo ocorre a desintoxicação do organismo. O sódio, por exemplo, é do males eliminados pela urina e basta uma semana de uso para começar a sentir a ação desintoxicante.

São muitos as causas que levam a retenção de líquido. O calor, a produção de hormônios na TPM, o sedentarismo são fatores que geram a retenção de de líquido. O melhor mesmo é associar o hábito a uma boa alimentação e aos poucos inserir a rotina de exercícios físicos. O suor produzido durante as atividades também extremamento importante para eliminação das toxinas.

Quais são os chás?

Graças a natureza temos uma infinidade de opções de ervas naturais que produzem o efeito diurético. De várias origens e sabores, podemos escolher livremente qual aderir, ou até mesmo fazer uma combinação de chás. A bebida, às vezes, pode ser feita de coisas que julgamos ser descartáveis como o cabelo do milho. Sempre tiramos e jogamos fora sem saber que o remédio está mais próximo do que imaginamos.

Em primeiro lugar, para não desperdiçar então as oportunidades de cura do inchaço, vamos saber quais as opções que temos na hora de fazer aquele cházinho. Visto que a natureza já nos oferece todas as ferramentas para tal é só escolhe uma das opções abaixo e começar o seu tratamento.

1. Chá de salsinha

Se você achou que a salsinha é só mais um tempero para a comida, se enganou. Essas folhinhas saborosas e cheirosas produzem também um poderoso efeito diurético. A erva é um ótimo combatente dos problemas renais e atuam contra as infecções urinárias, doença que atingi boa parte da população feminina. Portanto, diga adeus a esses incômodos e siga essa receitinha básica aqui.

Ingredientes

  • 5 ramos de salsa
  • 1 litro de água

Modo de preparo

Antes de tudo, lave bem os raminhos de salsa para tirar as sujeiras que ficam entre as folhas. Em uma panela coloque 1 litro de água e coloque no fogo. Acrescente as folhas e deixe ferver. Assim que começar a borbulhar espere 5 minutos e apague o fogo. Tampe a panela e deixe mais 5 minutos de infusão. Posteriormente, coe e pronto. Você já pode tomar o seu chá durante o dia. Contudo, saiba que o ideal, para produzir um melhor efeito, é que não adoce.

2. Chá de cabelo de milho

É bom saber que o cabelo do milho é um santo remédio para a retenção de líquido. Agora, quando for compra-lo para fazer refogado no almoço lembre-se de guardar esses fios, pois vai ajudar e diminuir o seu inchaço. Outro benefícios importante é o controle da pressão arterial. Como os vasos sanguíneos se dilatam e a produção urinária aumenta a pressão também se estabiliza.

Ingredientes

  • 500 ml de água
  • 2 colheres de sopa de cabelo de milho

Modo de preparo

A princípio, deposite a água em uma chaleira e coloque a medida de cabelos de milho. Espere sobretudo 5 minutos após levantar fervura, desligue o fogo. Para melhor absorção dos nutrientes deixe de 5 a 10 minutos com uma tampa em infusão. Após isso, beba duas xícaras durante o dia e aguarde o efeito diurético.

3. Chá de chapéu-de-couro ou erva do brejo

O chapéu de couro, ou erva do brejo é uma planta medicinal com folhas bem grandes típica de locais mais alagados. O seu efeito diurético ajuda na eliminação dos excessos de ácidos no organismo. Além disso, é muito importante para tratar inflamações renais é indicado para curar feridas, doenças reumáticas e abaixa consideravelmente o colesterol.

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 2 colheres de sopa de chapéu de couro

Modo de preparo

Coloque a princípio a para ferver em uma panela. Após a fervura, adicione as duas colheres da erva natural e deixe por 5 minutos, antes de apagar o fogo. Após o tempo estimando desligue e tampe para deixar mais 5 minutos em infusão. Por fim, beba durante o dia em pequenas quantidades. O mais aconselhável é não adicionar açúcar.

4. Chá de hibisco

O chá de hibisco é um dos chás diuréticos mais bonitos. Sua cor avermelhada é proveniente de uma flor chamada de vinagreira. Muitas pessoas gostam bastante do hibisco para aderir a dieta de emagrecimento. Portanto, o seu efeito diurético é ideal para perder alguns quilos e dar aquela desinchada. Os órgãos que mais ganham durante a sua ingestão é o fígado, os rins, a bexiga e as vias sanguíneas.

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 1 colher (sopa) de hibisco

Modo de preparo

Primeiramente, ferva o litro de água em uma panela. Quando estiver bem quente coloque a colher de hibisco, tampe e espere o prazo de 10 minutos. Depois disso é só coar e beber. É preferível que o consumo seja feito logo após fazer o chá, mas se você não gosta de chá de hibisco quente é só esperar amornar e colocar na geladeira.

5. Chá de cavalinha

Conforme pesquisas, sabemos que essa plantinha é usada medicinalmente há muitos anos. A princípio, ela o primeiro lugar a usar dos seus benefícios foi a Grécia Antiga. A erva é proveniente de locais mais frios e tem inúmeras funções  para o organismo. Seja para os ossos, para as feridas na derme, as unhas ou na produção de urina, essa erva continua sendo estudada até hoje.

De fato essa erva natural é rica em sais minerais, vitamina C e outras propriedades. É por isso que o chá de cavalinha é indispensável para dar aquela reduzida na retenção líquida e manter a saúde equilibrada. Mas, antes de consumir, saiba como fazer e suas medidas diárias.

Ingredientes

  • 200 ml de água
  • 1 colher de cavalinha

Modo de preparo

A princípio, não é necessário tanto chá para estimular a produção. Portanto, basta ferve os 200 ml de água e acrescentar um colher cheia de cavalinha. Despeje em um recipiente de vidro e abafe por 10 minutos. Pronto é só tomar e, se possível, não colocar açúcar.

6. Chá de canela

Que sorte a canela estar entre a lista de chás diuréticos. O aroma do talo da canele é muito agradável e é bastante usado como ingrediente surpresa em algumas receitas. O que não sabemos é que a canela é uma opção ótima para acabar com a retenção de líquidos. Seja a folha, ou talo ambos ajudam a estimular a produção urinária e elemina as toxinas do corpo. Este chá é indicado também diabéticos, pois controla os níveis de glicose no sangue.

Ingredientes

  • 1 talo de canela
  • 500 ml de água

Modo de preparo

Não é preciso beber tanto, apenas duas xícaras já é o suficiente. Portanto, ferva os 500 ml de água com o talo da canela. Antes de tudo, quebre o talo com a mão antes de adicionar a água. Esse procedimento liberará mais ainda as suas propriedades na água. Após ferver espere 5 minutos e desligue o fogo. Retire da panela e transfira para um recipiente de vidro. Beba sem adoçar.

7. Chá de dente-de-leão

Calma, porque não são realmente dentes de leões. Essa planta é bem mais delicada que imaginamos. Seu caule é bem sensível e suas flores muito bonitas. A planta é fonte de vitamina A, B C e D e trata tanto a retenção de líquido quanto os problemas gástricos. A partir dessas informações vamos aprender como fazer o chá:

Ingredientes

  • 200 ml de água
  • 1 colher de raiz de dente de leão

Modo de preparo

Primeiramente, não há segredo para fazer mais um desses chás diuréticos. É simples, basta ferver os 200 ml de água e colocar a quantidade da erva natural. Após 5 minutos fervendo, desligue e tampe para ficar mais 5 minutos em infusão. Após isso, é só tomar. Não é necessário muito chá para alcançar os efeitos, portanto não exagere.

Contraindicações dos chás diuréticos

A princípio, cada um dos chás diuréticos possuem ações e propriedade únicas de acordo com a erva natural. O mais aconselhável é pesquisar antecipadamente quais os efeitos extras advindos da plantas, raízes ou flores. Saiba as funções e escolha a melhor opção de acordo com as necessidades do seu corpo. Nunca ultrapasse as quantidades indicadas na receita, pois pode vir a ter efeitos colaterais negativos.

Portanto, em casos de reações alérgicas suspenda imediatamente o uso e procure o seu médico. No mais, ao passo que for tomando aproveite o efeito diurético e fique longe dos desconfortos do inchaço. Com toda certeza, se o tratamento for feito de forma regrada, você alcançará o resultado desejado.

Para mais dicas sobre outros tipos de chás leia Chá de alecrim – Propriedades, principais benefícios e contraindicações

Fontes: Tudo Gostoso, Tudo Gostoso 2, M de Mulher, Relva Verde, Tua Saúde, Tua Saúde 2, Oficial Farma, Green Me, Viva Bem, ecycle, A Revista da Mulher, Tudo Receitas, Tua Saúde 3, Tua Saúde 4, Dicas de Mulher, Mundo Educação, Drauzio, Natue, Terra

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

5 1 vote
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você