Como usar absorvente interno (OB) de forma segura e correta

O segredo de como usar absorvente interno corretamente não é nenhum bicho de sete cabeças, e pode ser feito por todas as mulheres.

Apesar do absorvente interno ser uma opção bastante conhecida entre as mulheres, nem todas sabem como utilizá-lo corretamente. Entretanto, saber fazer o uso adequado é muito importante para evitar infecções e outros possíveis problemas decorrentes do mau uso de absorvente interno.

É fundamental, por exemplo, estar com as mãos limpas sempre que for introduzir ou retirar o absorvente, além de saber como colocá-lo da maneira correta, sem se machucar. 

Como usar absorvente interno da forma correta

Absorvente interno: Uso correto, mitos e verdades

  1. Primeiro, higienize as mãos e encontre uma posição confortável;
  2. Retire a embalagem plástica;
  3. Desenrole e estique até o final o cordão do absorvente;
  4. Encaixe seu dedo indicador na base do absorvente para facilitar a
  5. introdução;
  6. Separe os lábios da vagina com a outra mão;
  7. Empurre suavemente o absorvente interno, busque empurrá-lo em direção às costas, assim, o processo ficará mais fácil.

Primeiramente, é importante estar sempre atenta ao seu corpo inclusive para a compra correta dos absorventes. Deste modo, quanto mais intenso for o seu fluxo menstrual, maior deve ser o absorvente. É recomendável inclusive variar o absorvente ao longo do ciclo, conforme o fluxo aumenta ou diminui.

Entretanto, vale ressaltar que, mesmo com um tamanho maior, a troca deve ser feita mais ou menos a cada quatro horas. Assim, você evita permanecer muito tempo com o mesmo absorvente.

Para entender melhor o funcionamento dos absorventes no corpo e como deve ser o seu uso correto, preparamos uma série de mitos e verdades com os questionamentos mais comuns que as mulheres têm a respeito do tema.

Mitos e verdades sobre como usar o absorvente interno

Absorvente interno: Uso correto, mitos e verdades

É verdade que dói para colocar ou tirar o absorvente?

Mito. Não é normal sentir dor na colocação, na retirada ou no uso do absorvente interno. Caso isso ocorra, o ideal é experimentar outros tipos de absorvente e ver se você se sente mais confortável. Em alguns casos, é possível que você só esteja com um fluxo muito baixo e/ou sem lubrificação externa. Entretanto, vale consultar um ginecologista regularmente para sempre conferir se está tudo ok.

É verdade que eu vou sentir o absorvente dentro de mim?

Mito. Quando um absorvente interno é inserido corretamente, o correto é que você não o sinta no seu corpo durante o uso. você não conseguirá senti-lo. Caso esteja sentindo, talvez a colocação tenha sido feita de maneira incorreta, e o recomendável é empurrá-lo um pouquinho mais. Também vale tentar um tamanho um pouco menor para que seu corpo vá se adaptando.

É verdade que o absorvente pode “se perder” dentro de mim?

Mito. Não é comum isso acontecer pois o colo do útero possui somente uma abertura muito pequena para permitir que sangue ou espermatozoides passem. Em caso de dificuldades para removê-lo, busque uma posição mais confortável, tente buscar o fio ou o absorvente na parte interna da vagina e puxá-lo lentamente para fora. 

É verdade que não posso ir ao banheiro usando um absorvente interno?

Mito. Na verdade, é possível ir ao banheiro normalmente com absorvente interno, afinal são canais diferentes e o absorvente fica dentro apenas da vagina. Entretanto, como você pode acabar molhando a cordinha do absorvente neste momento. Portanto, se possível, aproveite a situação para fazer a troca, assim você evita a proliferação de bactérias e a possibilidade de infecções. 

Absorvente interno: Uso correto, mitos e verdades

O absorvente interno pode “cair”?

Verdade. Entretanto, ressaltamos que isso é muito incomum. Se o absorvente for inserido e empurrado corretamente, ele naturalmente permanecerá no lugar. Isso vale até mesmo para momentos ativos, como práticas de exercícios físicos, por exemplo. Porém, em alguns casos, se você estiver fazendo força – ao fazer suas necessidades, por exemplo – o absorvente pode acabar saindo. Neste caso, sempre descarte corretamente o absorvente e coloque um novo.

É verdade que posso perder sua virgindade?

Mito. Acontece que a virgindade é somente um conceito relativo que pode, inclusive, variar. Não é exatamente um estado físico ou um conceito médico. Porém, quanto a ruptura do hímen, que normalmente ocorre na primeira relação sexual, é diferente. São poucas as possibilidades de que, ao introduzir o absorvente, você acabe rompendo o seu hímen, mas elas existem. Vale consultar um ginecologista antes e usar tamanhos um pouco menores se você optar pelo uso de absorventes internos.

É verdade que o absorvente interno retém o meu fluxo menstrual?

Mito. Absorventes internos não prendem o seu fluxo menstrual dentro da vagina. Eles possuem apenas absorvem o sangramento através de canais que direcionam o sangramento para dentro do absorvente. Portanto, não irão interferir em nada no seu ciclo.

Absorvente interno: Uso correto, mitos e verdades

É verdade que não há risco de vazar?

Mito. Assim como nos outros absorventes, o absorvente interno também pode ocasionar em algum vazamento. Para evitá-los, é preciso usar sempre um absorvente que esteja de acordo com o nível do seu fluxo menstrual. Ou seja, quanto mais intenso for o seu fluxo, maior deve ser o tamanho escolhido. Para fluxos menores, os tamanhos pequenos comportam bem. Porém, não se esqueça de realizar a troca regularmente. 

É verdade que posso ter infecções pelo uso de absorvente interno?

Verdade. É possível ter algumas infecções decorrentes do mau uso do absorvente interno. Se o uso for feito corretamente, as chances são bem baixas. Entretanto, é preciso estar atenta. Dentre as infecções possíveis, há a chamada síndrome do choque tóxico: uma infecção grave causada pelo uso inadequado do absorvente interno. A infecção gera a proliferação de bactérias na vagina, podendo se propagar até o sangue ou órgãos como os rins e o fígado.

Fique atenta a sintomas como febre repentina, dores no corpo, diarreia e vômitos e alterações na pele (semelhantes a queimaduras de sol) sem explicação. Além disso, em caso de qualquer suspeita de algo estranho, procure um médico. Lembre-se também sempre de fazer o uso correto dos absorventes para evitar complicações.

Gostou de saber como usar o absorvente interno? Então você também pode se interessar por essa aqui: Tipos de absorventes, como usar? Formatos, diferenças e benefícios


Outras postagens

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários