Saúde

Corrimento marrom, o que pode ser? Causas e como prevenir

O corrimento marrom é causado por diversos fatores, sendo eles naturais ou devido à doenças. Portanto, é importante analisar cada situação.

Também chamado de fluxo de sangue vaginal amarronzado, o corrimento marrom é muito comum, principalmente após o fim da menstruação, aliás, nesse período é normal haver a liberação de sangue antigo. Além disso, ele também é corriqueiro durante a gravidez e após relações sexuais.

No entanto, quando acompanhado de sintomas como dores, coceira, vermelhidão e mau odor, o corrimento marrom se torna preocupante, pois pode significar indício de doenças, como, por exemplo, infecções vaginais, cistos e até mesmo tumores. Portanto, caso esteja sentindo algum desses sintomas é importante procurar imediatamente um(a) médico(a) ginecologista.

Ademais, existem alguns fatores que também podem indicar se o corrimento marrom é normal ou não. Então, se você deseja conferir todas curiosidades sobre esse assunto, continue sua leitura.

Quando o corrimento marrom é considerado normal?

Médico Responde
  • Durante a adolescência;
  • Após o contato íntimo;
  • Durante a gravidez;
  • Após a menstruação;
  • Durante a troca de anticoncepcional ou devido à alterações hormonais.

Em quais situações você deve se preocupar?

Caso o seu corrimento marrom aconteça por mais de 3 dias seguidos, em grande quantidade e esteja acompanhado de sintomas como, por exemplo, odor, irritação, cólicas e coceiras, é importante consultar um médico para que você inicie o tratamento adequado. Aliás, esses são sinais de possíveis doenças.

Confira abaixo uma lista que nós, da Àrea de Mulher, separamos com as possíveis causas que podem estar causando o corrimento amarronzado.

Doenças que causam corrimento marrom

Irritação do colo do útero

Onsalus

O colo do útero é uma região muito sensível, portanto, pode ser irritado facilmente como, por exemplo, durante exames ginecológicos ou através de contatos sexuais frequentes. Essa irritação é responsável por provocar o corrimento marrom.

Para evitar que isso aconteça é importante manter a região íntima sempre limpa e seca. Além disso, deve-se evitar o contato íntimo até que a secreção pare.

Doença inflamatória pélvica (DIP)

Ibabc

A doença inflamatória pélvica (DIP) acontece quando há uma inflamação na parte interna da mulher, podendo ser uma endometrite, salpingite ou inflamação dos ovários. Entre os sintomas da DIP está, por exemplo, febre, mal estar e abscesso ovariano.

O tratamento é feito através do uso de antibióticos ou na introdução de pomadas vaginais. Além disso, medicações anti-inflamatórias também são recomendadas para baixar a febre.

Vaginose bacteriana

Corrimento marrom, o que pode ser? Principais causas e como prevenir
Jaleko

A vaginose bacteriana é uma das principais causas do corrimento marrom. Ela é provocada pela proliferação das bactérias na região vaginal, como por exemplo, da bactéria Gardnerella vaginalis. Além da secreção, essa doença pode provocar cheiros desagradáveis.

O tratamento pode incluir o uso de cremes, gel ou medicação com prescrição médica.

Corrimento marrom devido cisto no ovário

Dr. Consulta

O cisto no ovário, além de poder causar sangramentos e secreções marrons, acarreta sintomas como dor durante a ovulação, dor durante ou após a relação sexual, aumento do peso e dificuldade para engravidar.

Para tratar, é preciso antes que sejam feitos exames ginecológicos simples, como o ultrassom, e fazer o uso do anticoncepcional. Em casos mais graves, é indicado a retirada do ovário, para evitar complicações graves como o câncer.

Infecções sexualmente transmissíveis

Hilab

Algumas doenças sexualmente transmissíveis, como, por exemplo, a gonorreia, aids ou a clamídia, também podem ser responsáveis pelo surgimento do corrimento marrom. Isso acontece devido a prática de relações sexuais desaprotegidas, portanto, é muito importante o uso de preservativos.

Normalmente, o tratamento é feito através de antibióticos, no entanto, é importante consultar antes um ginecologista para identificar sua causa.

Gravidez ectópica

Corrimento marrom, o que pode ser? Principais causas e como prevenir
Jaleko

A gravidez ectópica, é o tipo de gestação que ao invés de acontecer no útero, se acarreta na tuba uterina. Nesses casos, acontece o aborto espontâneo, pois as tubas uterinas não possuem nutrientes e espaço suficiente para o embrião se desenvolver.

Entre os sintomas desse tipo de gravidez está dores pélvicas, dores durante relações sexuais, corrimento marrom e sangramentos.

Corrimento marrom causado pela Endometriose

Tua Saúde

A endometriose consiste no crescimento do tecido do útero em locais não apropriados, como os ovários e intestino. Os sintomas mais comuns são corrimento marrom, dores intensas na região abdominal, dor na relação sexual e dificuldade para urinar e defecar.

O tratamento depende do nível da doença, portanto, depende de mulher para mulher. Portanto, é importante que haja o acompanhamento regular de um ginecologista.

Câncer de colo de útero

Corrimento marrom, o que pode ser? Principais causas e como prevenir
Jaleko

O câncer de colo de útero pode causar, além do corrimento marrom, odores fortes e dores após a relação sexual. No caso de suspeita dessa doença, deve-se procurar urgentemente por um médico para realizar exames como, por exemplo, o papanicolou e a colposcopia.

O tratamento pode ser feito através de conização, braquiterapia, radioterapia, ou cirurgia para retirada do útero.

Alergias

O uso de alguns produtos íntimos pode acarretar no surgimento de secreções. Por exemplo, muitas mulheres possuem alergias a lubrificantes, camisinhas específicas, sabonetes, perfumes e cremes. Então, após utilizar algum desses produtos, fique atenta às reações do seu organismo.

Corrimento marrom é sinal de gravidez?

Corrimento marrom, o que pode ser? Principais causas e como prevenir
VIX

Essa é uma dúvida que muitas mulheres possuem! Aliás, quem está querendo ter um bebê pode ficar muito feliz com um corrimento marrom, já quem não deseja ter filhos ainda, acaba se assustando com a ideia.

No entanto, vale ressaltar que o corrimento marrom não é sinal de gravidez! Aliás, a secreção que acontece no início da gravidez é rosada.

Por outro lado, caso você já tenha certeza da sua gestação e esteja tendo saída de um líquido escuro semelhante a menstruação, é um indício de que está sofrendo uma perda de sangue pela vagina. Esta alteração pode indicar uma gravidez ectópica ou uma infecção.

Corrimento marrom, como prevenir?

Para prevenir o corrimento marrom é recomendado que haja algumas mudanças de hábito simples no seu dia a dia. Entre elas estão:

  • Evitar o uso de duchas íntimas;
  • Manter a região genital externa sempre limpa e seca;
  • Se higienizar após relações sexuais;
  • Preferir usar calcinhas de algodão;
  • Evitar usar shorts e calças jeans muito apertadas;
  • Por fim: mantenha uma rotina saudável de consulta ao ginecologista.

Então, o que achou dessa matéria? Aproveite para conferir também: Menstruação borra de café, o que é? Possíveis causas e tratamentos.

Fontes: Tua Saúde, Trocando Fraldas, Minuto Saudável.
Fontes das imagens: Korui, Médico Responde, Onsalus, Ibabc, Jaleko, Dr. Consulta, Hilab, Jaleko 2, Tua Saúde, Jaleko 3, Vix.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você