Saúde

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas

O corpo feminino é um caldeirão de hormônios e a primeira semana de gravidez é capaz de trazer muitas alterações no corpo da mulher, mesmo que na maioria das vezes, ela ainda nem saiba que está grávida.

O corpo feminino é um caldeirão de hormônios e sempre que alguma coisinha simples muda no nosso corpo alguns sintomas são logo percebidos e a primeira semana de gravidez também é capaz de trazer muitas alterações no corpo da mulher, mesmo que na maioria das vezes, ela ainda nem saiba que está grávida.

A primeira semana de gravidez pode ser facilmente confundida com sintomas de outras situações clínicas, já que nos primeiros dias a gestação não pode ser detectada pela maioria dos testes e, além do mais, o atraso menstrual nem sempre ser imediatamente notado.

Dessa forma, é bem provável que nos primeiros dias de gravidez você nem desconfie de que está carregando uma vidinha.

Menstruação x primeira semana de gravidez

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas A função da menstruação é preparar o corpo feminino para uma possível gravidez, mesmo que ela não venha a acontecer.

Assim, nesse sentido, ela se inicia no primeiro dia de sangramento e mesmo que o sangramento acabe, esse processo interno permanece por todo o ciclo, que pode ter duração de 23 a 35 dias, contudo, isso varia de mulher para mulher.

Portanto, quando você está menstruada, o seu organismo libera o endométrio através do canal vacinal e o sangramento pode variar de leve a abundante.

Desse modo, algumas mulheres, inclusive, sofrem com as desagradáveis cólicas menstruais durante esse período.

Caso os óvulos da mulher sejam fecundados e a gravidez se consolide, o período de gestação terá duração de 40 semanas.

Principais sintomas

Na primeira semana de gravidez é bem provável que a mulher nem tenha se dado conta de que está grávida e poucos sintomas relacionados à gravidez surgirão.

Entretanto, os sintomas que aparecem são facilmente confundidos com outra coisa que não a gravidez.

Nos primeiros dias, nem mesmo o fator psicológico exercerá influência, dado o fato do desconhecimento da situação.

Enfim, a maior parte das mulheres realmente não se dá conta de que algo está mudando em seu corpo.

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas Entretanto, confira os possíveis sintomas que podem surgir na primeira semana de gestação, caso você esteja grávida.

Como ocorre uma parada inesperada no ciclo menstrual é possível que você, por exemplo, sinta aumento e sensibilidade nas mamas, cólicas, excesso de cansaço, flutuações de humor, enjoos e, às vezes, até nojo de alguns cheiros mais marcantes.

De repente você pode ficar enjoada ao sentir o cheiro de alguma comida, perfumes, cigarro e até o cheiro característico de algumas pessoas.

Aliás, existem casos de mulheres que sentem repulsa até de seus companheiros, então, por mais que seja estranho, existe sim essa possibilidade.

Confundindo os sintomas nos primeiros dias

Durante a gravidez, muitas mudanças acompanham a mulher e algumas mudanças, de certa forma, são até um alerta de que um bebê está chegando. 

O mais comum de acontecer nas primeiras semanas é não ter sintomas e nem desconfiar de que está grávida, pois os sintomas e alterações do corpo são muito sutis.

Isso, quando a mulher percebe as mudanças, já que existem casos em que as mulheres simplesmente têm sintomas tão leves que nem parecem estar grávidas. Ao menos nos estágios iniciais da gestação.

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas

Confira os sintomas que mais provocam confusão:

  • Enjoos, náuseas e vômitos geralmente são confundidos com uma intoxicação alimentar ou uma simples virose;
  • Pequenos atrasos menstruais são normalmente confundidos com variações comuns do ciclo menstrual;
  • As mamas doloridas e mais sensíveis também são geralmente confundidos com sintomas que acompanham o período menstrual;
  • As mulheres normalmente confundem a sensação de inchaço com retenção de líquidos;

Mais sintomas dos estágios iniciais da gravidez

Assim que ocorre a fecundação, diversas alterações hormonais passam a acontecer no corpo feminino. Algumas já são bem conhecidas das mulheres devido ao período menstrual.

Veja algumas alterações possíveis:

  • Atraso menstrual
  • Cólica abdominal
  • Alterações no corrimento vaginal
  • Sangramento vaginal
  • Aumento da libido
  • Mamas sensíveis
  • Aumento das mamas
  • Enjoos, náuseas e vômitos
  • Aumento da frequência de urina
  • Aumento do cansaço e do sono
  • Constipação intestinal
  • Alterações no paladar
  • Repulsa a cheiros 
  • Alterações de humor
  • Inchaço no abdômen

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas Alguns desses sintomas podem aparecer já nos estágios iniciais da gestação, entretanto, outros podem surgir durante a evolução da gravidez.

Confirmando a gravidez

Inicialmente, o primeiro sinal de gravidez se dá com o atraso da menstruação, após o ato sexual sem uso de contraceptivos.

Lembrando que todos os sintomas variam de organismo para organismo e que, o que uma mulher sente outra pode não sentir.

Além disso, ainda existem as variações de gravidez para gravidez. Ou seja, uma mulher pode ter determinados sintomas na primeira gravidez e não senti-los nas outras gestações.

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas

Então, a melhor forma de confirmar a gravidez com segurança é o exame de sangue que identifica o Beta HCG.

Esse exame já consegue identificar uma gravidez positiva a partir do décimo dia após a relação sexual.

Existem no mercado alguns testes de farmácia bastante eficazes também e que oferecem resultados em poucos minutos. Todos os testes têm preços bem acessíveis e são muito confiáveis.

Os testes de farmácia costumam custar a partir de R$ 3,00 e o de laboratório fica na faixa dos R$ 30,00.

Além disso, acima de tudo, é importante consultar o ginecologista após a confirmação da gravidez para começar imediatamente o acompanhamento pré-natal.

Agora que você já conhece mais um pouco sobre a primeira semana de gravidez, que tal descobrir mais um pouquinho sobre a gestação? Confira mais em Principais exames de gravidez obrigatórios e complementares

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você