Área Pet

Leopardos-da-neve morrem de covid-19 em zoológico nos EUA

Três leopardos-da-neve morrem de covid-19 em parque da cidade de Lincoln, em Nebraska. Os felinos já apresentavam sintomas há um mês.

Três leopardos-da-neve morreram por conta de complicações relacionadas à covid-19 em Lincoln, Nebraska (EUA). Os animais pertenciam ao Lincoln Children’s Zoo. Makalu, Ranney e Everest haviam testado positivo para a doença há cerca de 1 mês. Nesse sentido, o zoológico fez questão de ressaltar todos os esforços que fizeram para tentar preservar a vida dos animais. Em um comunicado, também destacaram que os felinos tinham o carinho de todos. Dessa forma, os três leopardos-da-neve que morrem de covid-19 foram uma perda dolorosa.

Da mesma forma, no zoológico onde viviam os leopardos-da-neve, outros 2 tigres de Sumatra também acabaram infectados. Porém, os 2 conseguiram se recuperar da doença de forma tranquila. De acordo com os responsáveis do local, por conta do covid-19, tomaram-se uma série de medidas para proteger os animais. Isso inclui o uso de máscaras constante por todos os funcionários.

Assim, iniciou-se uma investigação para entender a ocorrência desses casos. Porém, não foi possível descobrir o motivo do surto da doença entre os animais. Os 3 leopardos-da-neve do zoológico eram muito populares. Everest, por exemplo, conquistou muitos visitantes do parque pelo fato de ter muitas habilidades com acrobacias e ser sociável.

Leopardos-da-neve morrem de covid-19 em zoológico

Ainda existem muitos cientistas tentando entender como o novo coronavírus age nos animais como leopardos-da-neve. Nesse sentido, no mundo inteiro, muitos parques e zoológicos perdem animais infectados. Seja como for, não existem dúvidas de que seres humanos podem infectar felinos com a covid-19, e isso faz com que eles transmitam para outros. Contudo, não existem evidências de que felinos também possam transmitir a doença para humanos, por exemplo.

Antes do ocorrido, no mês passado, os tratadores do parque em que morreram os 3 leopardos-da-neve de covid-19 notaram alguns sintomas nos felinos. Eles tinham perda de apetite, fadiga e tosse. Após alguns testes com amostra de fezes, confirmou-se a infecção com o novo coronavírus. Assim, em outubro, o parque anunciou que os 3 leopardos estavam em tratamento com esteroides e antibióticos. Por outro lado, na nota, não havia nada sobre uma possível vacina.

Contudo, nos Estados Unidos, uma vacina específica para animais já existia, criada pela Zoetis. O imunizante já havia sido liberado para zoológicos de todo o país. Mesmo com a notícia, o parque em Lincoln segue aberto para o público. O país enfrenta esse tipo de problema em outros zoológicos também. Agora, em novembro, o zoológico de Denver informou que os 2 primeiros casos em hienas foram registrados. Já em St. Louis, tiveram 8 casos entre os felinos, inclundo 2 leopardos-da-neve.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você