12 mitos e verdades para perder o medo de pintar os cabelos

Pensando em pintar os cabelos mas ainda tem dúvidas devido aos mitos e desinformação sobre o assunto? Tire suas dúvidas aqui.

Em algum momento da sua vida, você provavelmente já pensou em colorir os cabelos. Seja para cobrir os fios brancos que aparecem com o tempo, ou mesmo para mudar radicalmente o visual com uma cor bem diferente da natural. Contudo, muita gente acaba ficando com medo devido aos diversos mitos e verdades sobre pintar os cabelos.

Assim como vários temas, a coloração também vem carregada de muitas informações erradas ou exageradas, principalmente aqui na internet. Então, isso é um fator que acaba desencorajando muitas pessoas de fazer o procedimento, com medo de acabar com os cabelos e de não gostar do resultado. Mas nem tudo que é dito por aí é verdade, e é sim possível colorir as madeixas e mantê-las bonitas e saudáveis.

Sendo assim, para acabar de vez com toda a desinformação sobre o assunto, trazemos para você os principais mitos e verdades sobre pintar os cabelos para que você possa decidir sem medo e arrasar com um novo cabelo. 

12 mitos e verdades sobre pintar os cabelos

Então vamos lá, desmistificar as principais dúvidas sobre pintar os cabelos para que você possa se decidir com mais segurança e informação correta.

1. Coloração agride os fios?

Verdade! Começamos com a principal e mais comum dúvida de quem deseja colorir o cabelo. De fato, a coloração tende a agredir a saúde dos fios, até porque estamos falando de um processo químico que muda a estrutura do cabelo. Desse modo, acaba enfraquecendo-a.

Mas calma, isso não é um fator determinante para você desistir. Para lidar com isso, existem diversos tratamentos como reconstruções, hidratações e nutrições que tem a finalidade de preparar o cabelo para evitar maiores danos. 

2. É preciso reparar o cabelo depois da coloração?

Verdade! Seguindo a lógica da primeira pergunta, por mais que seja usado um produto de qualidade e o procedimento seja feito com um profissional qualificado, as alterações químicas acabam danificando o cabelo. Sendo assim, após a coloração, os fios ficam mais elásticos e fragilizados e por isso é necessário devolver os nutrientes perdidos durante a coloração. Portanto é preciso reparar o cabelo, com máscaras hidratantes e reconstrutoras no dia a dia.

3. Qualquer tinta cobre os fios brancos?

Depende! No caso de quem quer apenas cobrir poucos fios brancos, mantendo um visual mais natural, o tonalizante pode ser a melhor opção. Contudo, se a pessoa tem mais de 40% dos cabelos brancos e deseja cobrir 100%, o mais indicado é usar a tinta permanente que oferece uma cobertura completa. 

4. Quanto mais tempo a tinta fica no cabelo mais intensa será a cor?

Mito! Esse na verdade vai mais pelo senso comum de que deixar um produto mais tempo agindo melhor será o resultado. Na verdade, a tintura deve ser deixando no cabelo apenas o tempo indicado na embalagem do produto. Deixar mais que isso não vai deixar a cor mais viva, aliás, vai até agredir mais os fios. E também, tirar o produto antes do intervalo recomendo também não é indicado. O certo é seguir as instruções do fabricante.

5. Cabelo virgem é mais fácil de colorir?

Verdade! Até porque coloração não clareia coloração. Então, no caso de um cabelo que já foi colorido, só será possível clarear caso faça uma decapagem, que é a remoção dos pigmentos colocados pela coloração existente no cabelo.

6. Clarear os fios é mais difícil do que escurecer?

Verdade! No caso, a tinta de cabelo só consegue clarear até três tons. Então, dependendo da cor dos fios, para chegar a um tom muito mais claro será necessário passar por uma descoloração para remover os pigmentos naturais do cabelo. Mas, quando o intuito é escurecer o cabelo, o processo é muito mais simples e menos danoso.

7. Decapagem é melhor do que a descoloração?

Depende! Isso porque se trata de dois procedimentos distintos. Enquanto a decapagem age retirando os pigmentos artificiais do cabelo com coloração, a descoloração é feita para remover os pigmentos naturais do fio virgem. Sendo assim, se você já tem o cabelo pintado e quiser mudar de cor, o mais recomendado é fazer a decapagem para tirar a cor anterior.

8. Não é recomendado fazer alisamento e tingir no mesmo dia?

Verdade! Não que não possa fazer os dois procedimentos no mesmo dia, mas nesse caso, o resultado não será o melhor possível. Na verdade, o recomendo é fazer os dois procedimentos em datas alternadas, mantendo um intervalo entre os dois.

Aliás, alguns dos produtos usados nesses procedimentos são incompatíveis e podem acabar danificando o cabelo e levando até ao “corte químico”, ou seja, a queda brusca dos fios. Na maioria dos casos, isso acontece devido a combinação de alisamento e colorações ou descolorações. Então, o melhor é se informar com seu profissional antes de qualquer coisa. 

9. Deixar o cabelo sem lavar alguns dias antes de pintar?

Verdade. Sim, é muito indicado deixar os cabelos sem lavar alguns dias antes da coloração. Isso porque os óleos naturais do couro cabeludo agem protegendo os fios durante a coloração. Aliás, eles reduzem consideravelmente a sensação de irritação no couro cabeludo durante o procedimento de coloração.

E quanto a quantidade de dias sem lavar o cabelo, isso vai depender do seu tipo de fio, mas de modo geral, a recomendação é não lavar o cabelo de 24 a 48 horas antes do procedimento.

10. Usar shampoo para cabelos tingidos não funcionam?

Mito! Muito pelo contrário, para quem tem os cabelos coloridos, usar shampoos e outros produtos próprios para fios tingidos é fundamental para manter a cor do cabelo. Isso porque esses shampoos específicos para cabelos coloridos ajudam que os pigmentos se mantenham por mais tempo nos fios, além é claro de ajudar nos cuidados com os fios tingidos.

11. Banho de piscina pode deixar o cabelo verde?

Verdade! Quem tem o cabelo loiro claro, deve tomar muito cuidado, especialmente no verão. Isso porque além do sal do mar ser prejudicial aos cabelos, a piscina também pode trazer problemas para o cabelo tingido. O sulfato de cobre, que é usado no tratamento da água, pode fazer com que os fios loiros fiquem com um tom esverdeado.

Sendo assim, a dica para evitar que isso aconteça é usar produtos como cremes com filtro solar ou específicos para piscina. 

12. Não pode pintar o cabelo durante a gravidez?

Depende! Todo mundo já ouviu falar isso alguma vez na vida. O fato é que até as primeiras 16 semanas de gestação, os médicos não recomendam que a mulher pinte o cabelo. Isso porque a região do couro cabeludo é muito vascularizada, e pode facilitar a entrada de substâncias tóxicas na corrente sanguínea.

No entanto, depois dos 3 meses já é mais tranquilo fazer isso. Mas, ainda assim, é recomendado usar produtos menos agressivos, como tinturas não permanentes.

LEIA MAIS: 

5 coisas que você precisa fazer antes de pintar os cabelos


Outras postagens

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários