Biografias

Jout Jout, saiba tudo sobre o canal e a carreira de Júlia Tolezano

Jout jout é uma famosa youtuber que falava sobre questões feministas e ajudava inúmeras mulheres ao redor do Brasil.

Júlia Tolezano da Veiga Faria, mais conhecida pelo apelido Jout jout, é uma escritora, youtuber e jornalista que nasceu no dia 14 de março de 1991 em Niterói, Rio de Janeiro. Em princípio, a Júlia é famosa pelo seu canal no Youtube chamado ‘JoutJout Prazer’, onde ela possui mais de dois milhões de inscritos atualmente. 

Além disso, o seu primeiro vídeo postado no Youtube contém 473 mil visualizações, sendo um feito surpreendente para o ano de 2014. Inclusive, o seu conteúdo alcançou várias pessoas porque abordava assuntos como relacionamento abusivo, amor próprio, seco e outros temas relacionados a mulheres.

No entendo, depois de dois anos sem postar vídeos no seu canal, essa semana a jornalista publicou o encerramento oficial do canal. 

Quem é Jout Jout?

Antes de tudo, é importante ressaltar que o nome verdadeira de Jout Jout é Júlia Tolezano da Veiga Faria. A carioca nasceu em 14 de março de 1991 na cidade de Niterói, Rio de Janeiro, onde se formou em jornalismo na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. 

Além disso, na faculdade ela conheceu Caio Franco, ex-namorado, parceiro de trabalho e alguém que sempre aparecia nos vídeos de seu canal. 

Então, em 2014 a Jout Jout criou uma canal no Youtube para falar sobre assuntos relacionados a mulheres e ao feminismo. Contudo, no ano de 2015 viralizou com o vídeo chamado ‘Não tira o batom vermelho, no qual abordava o questões feministas e relações abusivas.

Inclusive, não deixe de aprender sobre as diferentes visões na luta feminista.

Carreira de Jout Jout

Quando toda sua fama começou em 2015, a youtuber foi chamada para fazer várias publicidades, sendo uma delas com a Vivo. Logo depois, em 2016, ela lançou o seu primeira livro chamado “Tá Todo Mundo Mal”, que se tornou um dos livros mais vendidos do Brasil e participou da Bienal do Livro.

No mesmo ano, a Júlia também protagonizou com outros famosos uma campanha publicitária originada pelo Toutube “Novos Tempos, Novos Ídolos”. Ademais, com o passar dos anos a sua fama e influencia aumentava cada vez mais, atingindo milhões de visualizações nos seus vídeos.

Da mesma forma, Jout Jout conquistou uma quadro fixo no programa ‘Saia Justa’ do canal GNT, onde ela envia vídeos que são discutidos pelas apresentadoras do programa. Em seguida, ela se tornou uma das embaixadoras no Brasil do programa ‘Youtube Creators For Change’ que fala sobre a educação de meninas, liderado pela ex-primeira dama dos Estados Unidos, Michele Obama.

Para finalizar, na mesma época, Júlia mediou um documentário intitulado “Um Crime Entre Nós” do canal GNT, no qual abordava a denuncia a exploração sexual infantil no Brasil. 

Trajetória do canal Jout Jout

Início

As atividades do canal começaram no dia 12 de maio de 2014 com o video chamado “Expressão máxima do desconforto”, que atualmente possui 473 mil visualizações. Entretanto, o seu canal alcançou o sucesso com o video “Não tira o batom vermelho” postado no dia 26 de fevereiro de 2015, no qual contém o número de 3 milhões e 901 mil visualizações.

Nesse vídeo, ela abordava tópicos sobre o relacionamento abusivo e assuntos ligados ao feminismo, o que fez muitas mulheres a seguirem para saberem mais sobre esses assuntos.

“Muitas mulheres me param na rua até hoje por causa desse vídeo, para falar que eu as ajudei ou que ajudei uma amiga, tia, prima, irmã a terminar um relacionamento abusivo”, disse Jout Jout na entrevista dada ao Correio Brasiliense.

Aliás, saiba como identificar um relacionamento abusivo. 

Sucesso

Com o canal em alta e milhões de visualizações, em 2018 a youtuber viralizou novamente falando sobre a leitura na íntegra do livro “A parte que falta” de Shel Silverstein. O livro fala sobre alguém que nunca esta completo e acredito que no mundo tenha algo que o complete, assim fazendo-o se sentir feliz.

Ademais, o vídeo conquistou mais de 2 milhões de views em apenas três dias, disparando o número de inscritos do canal. Inclusive, o livro lido pela jornalista disparou nas livrarias brasileiras, sendo o livro mais vendido durante vários dias, aliás esse feito foi analisado por alguns psicólogos no Brasil.

Em suma, ela contém inúmeros vídeos viralizados na plataforma e outros redes sociais, sempre com assuntos polêmicos e importantes a serem abordados.

Fim

Em 2019, a Jout Jout e seu ex-namorado, postaram um vídeo anunciando a pausa do canal até o carnaval de 2020. No entanto, com a pandemia, eles continuaram o hiatos que durou por mais de dois anos. 

Então, no sábado dia 23 de Julho de 2022, Jout Jout postou em seu canal o vídeo falando sobre o encerramento definitivo do canal. Segundo suas palavras,  ela diz: “Estamos de volta para falar que chegou o momento de encerrar esse belo ciclo iniciado lá em 2014, com muito frio na barriga e nenhuma ideia de onde chegaríamos. Agora sabemos que chegamos num lugar massa e por isso merecemos um encerramento massa”.

Antes da fama

Em princípio, não se sabe muito sobre sua vida antes da fama, mas a mesma já falou sobre sua experiência como estudante de jornalismo. A youtuber é formada em Jornalismo na PUC-RJ, onde conheceu seu ex-namorado e parceiro de vídeos, Caio Franco.

Polêmicas envolvendo Jout Jout

Apesar de ser uma grande influenciadora, ela possui algumas polêmicas na ficha. A primeira polêmica foi quando ela comentou que as pessoas ficavam com uma carga energética do parceiro após as relações sexuais, podendo durar 7 anos. Além do mais, ela complementou dizendo que a energia poderia ser boa ou ruim, o que depende da pessoa.

Contudo, alguns seguidores acharam irresponsabilidade da parte dela, no qual levantaram o questionamento dos casos de estrupo.

Além disso, já acusaram ela de racismo por não mostrar seu namorado negro, agora ex-namorado, nos vídeos. Na época, ele aparecia apenas com sua voz, porém após vazar fotos do casal, algumas pessoas questionaram o porque dele nunca aparecer com ela.

Portanto, em pouco tempo, eles gravaram um vídeo esclarecendo a situação e Caio deixou claro que não aparecia porque não queria. Por fim, algumas páginas “de homens heteros” também já pertubaram a paz de Jout Jout no Facebook, derrubando sua conta apenas por birra.

Leia também: Curiosidades sobre o Dia Internacional da Mulher, 8 de Março.

O que é empoderamento feminino e por que esse conceito é importante? .

Fonte: Uol, Tecmundo, G1, Wikipédia

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você