Curiosidades

Diferença entre tpm e gravidez: como identificar e diferenciar os sintomas

Os sintomas que antecedem a menstruação são muito semelhantes aos da gravidez. O que pode dificultar saber a diferença entre tpm e gravidez.

Os sintomas de TPM e gravidez são muito semelhantes e, isso faz com que muitas mulheres fiquem em dúvida e não consigam distingui-los. Principalmente, aquelas que estão tentando engravidar. Ou que nunca engravidaram antes. Inclusive, é importante saber que os sintomas podem variar de uma mulher para outra. Por isso, é importante saber a diferença entre tpm e gravidez.

Em suma, a TPM é muito comum na vida das mulheres, porém, seus sintomas podem ser bem incômodos, seja físicos ou emocionais. Por exemplo, algumas mulheres podem sentir dores de cabeça, irritação, sensibilidade nos seios, enjoos e até depressão. O que lembra muito os sintomas de gravidez, principalmente, pelo fato de que em ambos os casos os sintomas são causados pelo mesmo hormônio, a progesterona.

Ademais, para saber identificar as diferenças, você precisa ficar atenta quanto aos sintomas de cada uma. Por exemplo, no início de uma gravidez é comum você ter enjoos matinais, que podem durar de 2 semanas a vários meses. Por outro lado, os sintomas da TPM podem durar de 5 a 10 dias até o começo da menstruação. Normalmente, começa logo após a ovulação, que é quando os níveis de progesterona aumentam.

Enfim, para identificar corretamente as diferenças entre tpm e gravidez o ideal é fazer um teste de gravidez ou consultar um ginecologista. Contudo, enquanto isso você pode tentar entender melhor as diferenças entre os sintomas da TPM e da gravidez. Mas, é importante que você conheça bem seu corpo e fique atenta a possíveis alterações. O que vai facilitar na hora de identificar os sintomas.

Diferença entre tpm e gravidez

Diferença entre tpm e gravidez: como identificar e diferenciar os sintomas
Mãe a Flor da Pele

1- Cólicas

Metrópoles

Um dos sintomas mais frequentes na TPM é a cólica, que começa poucos dias antes da menstruação começar, podendo durar até o final do ciclo. Além disso, a dor é mais intensa.

Por outro lado, a diferença entre tpm e gravidez é que em caso de gravidez, a dor abdominal é menos intensa e persiste mesmo durante o atraso da menstruação. Portanto, a cólica menstrual é diferente da cólica de gravidez.

2- Enjoos e náuseas

Globo

Durante a TPM é normal sentir enjoo ou náusea. No entanto, os sintomas tendem a reduzir assim que a mulher menstrua. Além disso, pode surgir em qualquer momento do dia. Por outro lado, não costuma causar vômito.

A diferença entre a tpm e a gravidez é que no caso da gravidez o enjoo costuma surgir pela manhã. Além disso, costuma provocar vômito e pode durar por meses.

3- Diferença entre tpm e gravidez: Sensibilidade nas mamas

Diferença entre tpm e gravidez: como identificar e diferenciar os sintomas
Mundo Boa Forma

O hormônio chamado progesterona é responsável pelo ciclo menstrual. Dessa forma, à medida que o dia da chegada da menstruação se aproxima, os níveis de progesterona aumentam. Como resultado surge diversos sintomas pré-menstruais. Por exemplo, a sensibilidade nas mamas.

Enfim, a diferença entre tpm e gravidez é simplesmente o tempo que dura e a intensidade da sensibilidade. Ou seja, na TPM a sensibilidade desaparece logo quando a mulher menstrua. Já na gravidez a sensibilidade é mais intensa, ficando cada vez mais sensíveis ao longo da gestação.

Outra diferença é que na gravidez os mamilos escurecem e aumentam sua circunferência. Além de sentir os seios coçarem a medida que vão crescendo.

4- Sonolência

Diferença entre tpm e gravidez: como identificar e diferenciar os sintomas
Baby Center

Quanto ao sono, a diferença entre tpm e gravidez é que no caso de gravidez o sono é mais acentuado, podendo durar até a 12ª semana de gestação. Pois, nesse período o corpo gasta muita energia para desenvolver o bebê e a placenta. Por isso, é normal a mulher grávida sentir muito sono.

Por outro lado, a TPM também pode causar sonolência, onde os sintomas costumam surgir de 2 a 3 dias antes da chegada da menstruação. E diminuindo após a chegada da menstruação.

5- Diferença entre tpm e gravidez: apetite

IG Saúde

Em suma, o apetite é um sintoma que pode variar muito de uma mulher para outra. Por exemplo, uma pode perder completamente a fome durante a TPM, enquanto que outras podem ter a fome aumentada. Dessa forma, é comum a vontade descontrolada por doces e alimentos mais gordurosos, mas, passa assim que a menstruação chega. Ale disso, também há mulheres que não sentem nenhuma alteração do apetite durante a TPM.

Por outro lado, na gravidez o apetite tende a aumentar, mesmo que esteja enjoada, a grávida sente fome. Além disso, ela começa a sentir desejos por alimentos específicos e alguns até estranhos, inclusive por coisas que não são comestíveis. Como sabonete, terra, tijolo, etc.

Enfim, esse transtorno alimentar é chamado de Pica e sua causa é emocional, sendo comum no primeiro trimestre da gravidez. Dessa forma, é importante investigar se a grávida não está tendo problemas com a família ou com o parceiro.

6- Diferença entre tpm e gravidez: Humor

Globo

A variação de humor pode confundir bastante a mulher na hora de estabelecer a diferença entre tmp e gravidez. Em suma, durante a TPM a mulher pode se sentir mais irritada, brava e triste. Enquanto que na gravidez os sentimentos ficam mais intensos, então, ela se sente mais sensível e chorona. Enfim, na TPM a variação de humor passa assim que a menstruação chega. Já na gravidez, devido às alterações hormonais, os sintomas duram por mais tempo.

Como aliviar os sintomas da TPM?

Agora que você já sabe a diferença entre tpm e gravidez e que saber como aliviar os sintomas incômodos da TPM. Primeiramente, o uso de pílulas anticoncepcionais pode ajudar a aliviar os sintomas. Mas, em casos mais raros pode ter o efeito contrário, por isso, procure um ginecologista antes de começar a tomar pílulas.

Outra forma de aliviar os sintomas da TPM é fazer uso de calmantes naturais (como chás, por exemplo), fitoterápicos, manipulados ou até mesmo implantes subcutâneos. Inclusive, em caso de sintomas mais intensos, o médico pode indicar calmantes controlados, que devem ser usados apenas com orientação médica.

No entanto, antes de fazer uso de calmantes, chás ou medicamentos, é importante descartar a possibilidade de uma gravidez. Pois, pode aumentar as chances do risco de aborto. Por isso, se os sintomas não passam e se sua menstruação estiver atrasada, faça um teste de gravidez ou procure a orientação de um ginecologista.

Então, se você gostou dessa matéria, e quer saber mais sobre o assunto, leia também: TPM – O que é, sintomas, tipos, tratamentos e como conviver com ela.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você