Curiosidades

Como surgiu o horóscopo?

A astrologia é algo que intriga muitas pessoas ao redor do mundo. Mas, você já parou para pensar de onde ela surgiu?

Muitos podem pensar que o signos são apenas uma invenção ou algo “bobo” que as pessoas gostam de compartilhar. Contudo, a origem dos signos nos diz muito sobre a história da humanidade. Além disso, a astrologia demanda muito estudo da parte de seus especialistas. Dessa forma, nada mais justo que um pouco de respeito, não é mesmo?

A astrologia é uma área de conhecimento que existe há milênios. Quando os governantes precisavam tomar grandes decisões, eles se voltavam para os astrólogos, em busca de respostas. Além disso, a astrologia se provou uma ferramenta necessária para os povos antigos, já que auxiliava no momento de estudar os astros e planetas.

Nesse sentido, vamos contar para você a origem histórica da astrologia e também de todos os signos do horóscopo. Cada signo representa um corpo celeste usa-se para explicar algum traço de personalidade. Vamos lá descobrir tudo sobre a origem dos signos?

Origem da astrologia

Como tudo relacionado aos astros, criou-se a astrologia para tentar entender o cosmos. Mesmo sem nenhum tipo de tecnologia, essas práticas eram realizadas na tentativa de entender a passagem do tempo e a influência do cosmos. Um bom exemplo disso é o Stonehenge, no Reino Unido, que foi criado há mais de 3 mil anos para acompanhar as estações do ano e o movimento do sol.

A astrologia surgiu algum tempo depois, cerca de mil anos depois. Os babilônios chegaram à conclusão de que haviam 12 “partes” no cosmos. Essas doze partes são conhecidas hoje como os signos. Além disso, ao observar os astros, o Sol e a Lua, era possível contar a passagem de tempo dentro de um ano. Depois, essa passagem de tempo passou a ser controlada pelos calendários juliano e gregoriano. 

Esse conhecimento angariado pelos babilônios acabou sendo aperfeiçoado apenas pelos gregos e os egípcios, algum tempo depois. Ademais, essas evoluções foi criado o zodíaco, palavra grega que significa “círculo dos animais”. Bem adequado não é mesmo? Além disso, cada um dos signos é representado por um símbolo ou animal que faz parte de alguma mitologia. Vamos conhecê-los?

Origem dos signos e do horóscopo

Áries

Áries é conhecido por ser o primeiro signo do zodíaco. Ele é representado pelo mito de Ino e Frixo. Ino, a segunda esposa do rei Atamas, estava planejando o assassinato de Frixo, um dos filhos do rei. Frixo sobreviveu porque sua mãe, Nefele, enviou um carneiro com lã de ouro para salvá-lo. Após a missão de resgate bem sucedida, o animal acabou sendo morto por Frixo, em homenagem a Zeus. Sua lã foi enterrada no pomar de Ares, deus da guerra, e Zeus colocou o carneiro entre as estrelas. Assim, o signo de áries surgiu.

Touro

Zeus, como você provavelmente sabe, é o rei dos deuses e o líder principal do panteão grego. Além disso, ele tem a fama de ser um pouco “saidinho” com suas conquistas. Apesar de casado, Zeus mantinha diversos casos por aí. Um desses casos foi com Europa, filha de Agenor. O deus dos céus acabou se transformando em um touro branco para chamar a atenção da menina. Ademais, seu plano acabou dando certo e os dois ficam juntos. Orgulhoso de sua mente, Zeus colocou um Touro no céu. Ou melhor, nas estrelas. 

Gêmeos

Frutos de mais uma saidinha de Zeus, Castor e Pólux são os astros do signo de gêmeos. Nascidos de um ovo, com um sendo imortal e o outro não, eles provaram que eram filhos de Zeus, ao se apaixonar por meninas comprometidas. Ademais, durante um embate com os noivos das meninas, Castor acaba sendo atingido, causando grande revolta em Pólux. Após algumas tentativas, percebeu-se que os dois não poderiam continuar juntos. Sendo assim, para mantê-los sempre lado a lado, Zeus os transferiu para as estrelas. Mais especificamente para a constelação de gêmeos

Câncer

Adivinha só? Isso mesmo, mais uma cria de Zeus. O bastardo do deus estava prestes a concluir uma de suas tarefas, quando foi atacado por um grande caranguejo. Ademais, o bicho foi enviado por sua madrasta Hera, que o desprezava por ser uma das crias de seu marido fora do casamento. Hércules, obviamente, venceu a batalha contra o bicho. Contudo, Hera o agradeceu por seus serviços ao enviá-lo às estrelas para se tornar a constelação de câncer. 

Leão

Além de ter parte na constelação de câncer, Hércules também é responsável pela criação da constelação de leão. Uma de suas tarefas era livrar Neméia de um grande e aterrorizante leão. Certamente que Hércules cumpriu sua tarefa com perfeição. Além disso, ele arrancou a pele impenetrável do leão e usou como uma capa resistente a tudo. Orgulhoso do filho, Zeus desenhou um leão nos céus usando as estrelas. 

Virgem e Libra

A história destes dois signos estão interligadas. Na mitologia grega, Virgo, ou Virgem, é uma das filhas da deusa Têmis com Zeus. Além disso, Têmis é conhecida por ser a deusa da justiça. Sua filha Astréia, conhecida por ser uma virgem, estava cansada de tantas guerras. Além disso, ela acabou presenciando uma injustiça, o que agravou sua chateação com humanos. Sendo assim, ela acabou adoecendo e, quando voltou ao Olimpo, implorou para Zeus tirar sua vida. Depois disso ela foi colocada na constelação de virgem.  Têmis, que teve um grande papel na história de Astréia, é a que utiliza uma balança para pesar a alma dos homens quando eles estavam fazendo a passagem para o submundo. Pelas lendas, a balança fazia referência ao prazer ou à dor eterna. Em homenagem à deusa, o símbolo da balança representa Libra.

Escorpião

Um caso de ciúmes entre dois filhos de Zeus acabou causando a criação desta constelação. Ártemis e Apolo, gêmeos e deuses da lua e do sol, respectivamente. Certa vez, Ártemis criou uma amizade com Órion, o que enfureceu seu irmão de ciúmes. Sendo assim, ele enviou um escorpião gigante para matá-lo. Chateada pela perda do amigo, Ártemis pediu para que Zeus o colocasse em uma constelação. E assim foi feito!

Sagitário

Já sagitário ganhou o nome por causa de um acidente. Sem querer, Hércules atingiu o centauro, metade homem e metade cavalo, mais sábio do mundo com uma flecha. Quíron perdeu sua vida e Zeus deu-lhe uma constelação. As histórias parecem um pouco trágicas, não? Além disso, Zeus está em todas!

Capricórnio

Zeus certamente é um deus que aprecia a inteligência. A constelação de Capricórnio por exemplo foi criada por causa disso. Sua história começa com Pã, calmamente tocando sua flauta. Apesar da calmaria, Pã acaba sendo atacado por Tífon. Como uma tática para escapar do monstro com centenas de braços, Pã se joga na água e transforma metade de si em peixe. Sendo assim, apreciando sua inteligência, Zeus imortalizou Pã nas constelações.

Aquário

Aquário, como em tudo que se propõe a fazer, é diferente de todos os outros signos. Esse signo foi nomeado no Oriente Médio, sendo assim, é um pouco diferente dos outros. Contudo, a história de sua origem continua bem grega. Ganimedes foi um belo rapaz, porém, sua beleza apenas lhe trouxe dor. Zeus acabou se apaixonando por Ganimedes e o raptou. Depois de levado ao Monte Olimpo como “servidor” oficial dos deuses, Ganimedes foi imortalizado nas estrelas, como um dos grandes amores de Zeus. Além disso, é ele quem carrega o aquário que água a Terra.

Peixes

Por fim, o último signo do zodíaco é peixes. Tífon, que nós vimos anteriormente, que aterrorizava Pã, tinha um medo absurdo de água. Inspirados por Pã, Afrodite e Eros se transformaram em peixes para escapar do monstro, que desprezava água mais que tudo. Além disso, Atena, encantada pela sabedoria de Afrodite e Eros, imortalizou o momento com os dois peixes que adornam os céus.

E aí, curtiu saber mais sobre a origem dos signos? Então se liga nessa: Elementos dos signos: significado de Fogo, Terra, Ar e Água

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

5 2 votos
Dê a sua opinião

guest
1 Comentário
Antigos
Novos Mais votados
Feedbacks
Ver todos os comentários
Rogerio de Souza Neves
Rogerio de Souza Neves
24 de março de 2022 11:43

A astrologia deveria ser dado como matéria de estudo no segundo grau, para que todos os alunos tenham uma noção básica de suas próprias personalidades e possam se preparar melhor para a vida.


Escolhidas para você