Gravidez silenciosa: como é esse tipo de gestação?

A gravidez silenciosa é uma gestação em que não dá sinais de alarde, e a mulher sequer se dá conta de que está esperando um bebê. Entenda.

Um dos maiores medos das mulheres adultas é estar grávida e só descobrir isso na hora do parto. Você com certeza já ouviu falar de algum caso assim. A chamada gravidez silenciosa, por mais rara que seja, é algo possível sim de acontecer. 

A gravidez silenciosa como o próprio nome indica, é uma gestação em que não dá sinais de alarde, e a mulher sequer se dá conta de que está esperando um bebê. Na maioria dos casos de gravidez silenciosa, a mulher só descobre que está grávida lá para o terceiro trimestre, e as vezes, na hora de dar a luz.

Então, agora você deve estar se perguntando como isso é possível, já que uma gravidez apresenta uma série de sintomas. No caso da gravidez surpresa, não é como se ela não tivesse sintomas nenhum. Ela tem, o que acontece é que as mulheres tem uma dificuldade para perceber esses sinais, que acabam passando despercebidos ou pelo menos não levantam suspeita de uma gestação.

A seguir vamos entender melhor o que é e como ocorre a gravidez silenciosa.

O que pode esconder a gravidez silenciosa?

“Muitas pessoas usam o nome gravidez silenciosa, mas ela não necessariamente é silenciosa, o que acontece é que a paciente que fica grávida, ela não percebe as alterações por uma série de fatores”, explica a Dra. Fábia Vilarino, para o site G1.

A seguir vamos conhecer esses fatores que podem fazer a gestação passar despercebida pela mulher.

1. Síndrome do Ovário Policístico

No caso de mulheres que sofrem com SOP, a Síndrome do Ovário Policístico, uma gravidez pode passar despercebida mais facilmente. Isso porque além de causar uma irregularidade no ciclo menstrual, caracterizada pela ausência de menstruação em alguns ciclos, a condição ainda aumenta as chances da mulher se infértil. Sendo assim, os sinais podem estar ali, mas a mulher, por ter SOP, acha que é qualquer coisa menos uma gravidez.

2. O uso de anticoncepcionais

Outro fator comum é no caso de mulheres que usam anticoncepcional de uso continuo. Elas podem engravidar devido ao uso incorreto do medicamento ou simplesmente pela falha do método, que não é 100% seguro, como já explicamos anteriormente.

Então, por estar usando o anticoncepcional, a gestação pode passar despercebida por dois motivos principais. O primeiro, é que ela há está acostumada a não menstruar, e o segundo é que ela se sente confiante de que com o anticoncepcional ela não poderia estar grávida. 

3. Ciclo irregular

Um dos primeiros sinais de uma gestação é o atraso na menstruação. Contudo, no caso de mulheres que tem o ciclo irregular, essa percepção pode ficar confusa, já que é normal para ela ficar alguns meses sem menstruar.

4. Sangramentos

Sangramentos também são bastante comuns durante uma gestação. Mas por vezes acaba confundido com a menstruação e pode confundir a mulher e dificultar o diagnóstico de gravidez.

Comumente, esse sangramento pode ser resultado da nidação, que é a implantação do embrião no útero, que causa o rompimento de vasos que o revestem. Ou até mesmo pelo crescimento do útero, que também pode resultar no rompimento de vasos e causar o sangramento.

5. Obesidade ou excesso de exercícios

O crescimento da barriga é outro sintoma bem evidente de uma gestação, mas muitas vezes ele pode passar despercebido. Por exemplo, no caso de mulheres obesas, o sobrepeso pode disfarçar a barriga de gravidez. Ou então, em mulheres que fazem muitos exercícios e podem ter o crescimento da barriga atrasado devido a resistência muscular. Desse modo, impedindo que o útero vá para a frente.

6. Condições psíquicas

Por último, em alguns casos em que a mulher tem alguma condição psíquica que a impede de perceber a gravidez ou até mesmo entrar em estado de negação perante a possibilidade de uma gestação.

Por que a gravidez silenciosa acontece?

A gestação tem alguns sintomas bastante reveladores, como náuseas e vômitos, alterações de humor, dor nas mamas entre outros. Todos eles são causados principalmente pelo aumento de hormônios. No entanto, algumas mulheres podem não apresentar nenhuma das mudanças. Sendo assim, elas não sente as diferenças devido a ter uma maior tolerância aos hormônios e essas mudanças. 

E não somente. O bebê também pode ser muito quieto ou estar em uma placenta situada na frente do útero. Desse modo, os movimentos do bebê podem passar despercebidos pela mulher, que não nota nenhuma diferença alarmante. 

Quais são os riscos de não perceber a gravidez?

Uma gravidez silenciosa representa muitos riscos, tanto para a mulher quanto para o bebê. Isso porque ao não saber que está grávida, a mulher não irá procurar fazer o acompanhamento pré-natal, que é fundamental para garantir uma gravidez saudável. Além de possibilitar o diagnóstico e tratamento precoce no caso de possíveis complicações.

Além disso, durante uma gestação quase sempre é necessário fazer uma suplementação para que o bebê possa ter o melhor desenvolvimento intrauterino. Bem como a mulher deve adotar hábitos saudáveis, como evitar álcool ou cigarro, medicamentos não recomendados durante a gravidez, ter uma alimentação saudável, além de outros fatores que possam afetar a criança na sua barriga.

Quais são os sintomas comuns de uma gravidez?

Como sabemos, cada mulher é única e tem suas particularidades. Então, não é como se todos os sintomas fosse comum em todas as mulheres grávidas. Contudo, alguns sintomas podem ser um indicativo de uma possível gravidez e não devem ser ignorados para não correr o risco de ter uma gravidez silenciosa. 

1. Enjoos en repulsa a cheiros específicos

Esse é um dos sintomas mais comuns a maioria das mulheres durante a gestação. Os cheiros podem ser bastante enjoativos e desagradáveis para mulher nessa fase. Além disso, os enjoos também podem ser bem comuns, aliados a sensação de náusea, podendo ou não ter vômito. 

2. Alteração na coloração da aréola

Outro fator que pode indicar uma gravidez é o escurecimento da aréola. Isso acontece devido ao aumento do fluxo sanguíneo nessa área, que pode ficar mais escura do que de costume.

3. Seios doloridos e sensíveis

Outra alteração sentida nessa parte do corpo é os seios que ficam mais sensíveis e doloridos. Isso é resultado da ação dos hormônios que começam a estimular as glândulas mamárias para amamentar no futuro. Além é claro, do aumento do volume da mama, que causa um pouco de dor nos seios.

4. Atraso ou falta de menstruação

Esse é o sintoma clássico e mais óbvio de todos, mesmo que possa passar despercebido para algumas mulheres, devido aos fatores que vimos a cima. Mas na maioria dos casos de gravidez, o ciclo menstrual será suprimido.

5. Cansaço e sono em excesso

Nos primeiros três meses de gravidez, o organismo da mulher ainda está se adaptando para fornecer energia para o desenvolvimento do bebê. Portanto, é comum que a mulher fique mais cansada e com sono, sendo um dos sintomas comuns de gravidez. 

6. Cólicas

Nem sempre as cólicas são sintomas de TPM, as vezes pode ser um indicativo de gestação. É comum que a mulher sinta cólicas nas primeiras semanas, isso por causa do aumento do fluxo sanguíneo e a adaptação ao crescimento do útero.

7. Variações de humor

Outro sintoma que pode ser TPM ou gravidez. Também nas primeiras semanas de gestação, a mulher pode experimentar variações de humor se motivo óbvio. Choros frequentes, falta de paciência e estresse podem ser resultado das mudanças hormonais da gravidez.

LEIA MAIS:

Primeira semana de gravidez: quais os principais sintomas

Esse é o método anticoncepcional mais eficiente do mundo

Chances de engravidar com cada método contraceptivo

Bibliografia:

  • SAYLEA, Amy E. et al. A prospective study of the onset of symptoms of pregnancy. Journal of Clinical Epidemiology. Vol.55, n.2012. 676-680, 2002
  • AMERICAN PREGNANCY ASSOCIATION. Pregnancy Symptoms – Early Signs of Pregnancy. 2019. Disponível em: <https://americanpregnancy.org/getting-pregnant/early-pregnancy-symptoms/>. Acesso em 27 nov 2019

Fontes:  G1 Tua Saúde FetalMed Fleurity 


Outras postagens

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários