Instagram derruba o perfil do 4º maior sex shop do Brasil

O perfil do Instagram da Vibrio, 4º maior sex shop do Brasil, foi derrubado sem nenhuma justificativa. Entenda melhor esse caso!

O 4º maior sex shop do Brasil teve seu perfil no Instagram derrubado no dia 23 de outubro de 2022. Essa punição foi incomum, pois, a página tirada do ar não infringia os termos de uso nem as diretrizes da comunidade apresentados pelo Instagram. Além disso, a rede social não chegou a enviar nenhuma notificação antes de suspender o perfil, o que, habitualmente, é feito.

A Víbrio, marca penalizada, é uma empresa de bem-estar sexual, e os conteúdos publicados na página eram de caráter informativo, artístico e educacional. Ou seja, embora a temática abordada seja a sexualidade, não havia nada que pudesse ser impróprio para os usuários da rede como um todo. Isso porque o tratamento dado ao assunto condizia com as regras da plataforma.

Quer entender melhor o que houve? Acompanhe nosso texto!

Instagram derruba perfil da Víbrio

Em 23 de outubro de 2022, o perfil do sex shop de produtos sofisticados, Víbrio, com mais de 100 mil seguidores, foi derrubado pelo Instagram. O problema é que, na página da marca, não havia nenhuma  postagem que contrariasse as diretrizes da rede social, por exemplo, presença de nudez, de relações sexuais, órgãos genitais, nádegas totalmente expostas ou mamilos femininos – fora do contexto da amamentação, parto e pós-parto.

Em suma, os posts do Instagram da Víbrio seguem uma tendência de conteúdos com teor educativo, artístico e/ou humorístico, com a divulgação de produtos e algumas reflexões acerca da temática da sexualidade, mas nada de forma explícita, pornográfica ou desrespeitosa. Inclusive, porque um dos grandes diferenciais da marca é prezar pela elegância nesse mercado. Um exemplo desses posts pode ser visto a seguir (do novo perfil da marca):

O CEO da marca, Edson Benati, comentou que “a Víbrio foi banida do Instagram de uma forma muito esquisita e muito autoritária, porque não houve nenhuma notificação, não houve nada que fosse justificado por parte da plataforma.”

A diretora de Marketing da Víbrio, Thamyris Fernandes, continua, dizendo que “a gente não recebeu nenhuma notificação. No sábado, ainda estava tudo normal, mas, no domingo, o acesso tinha sido bloqueado.” Além dessa ‘surpresa’ desagradável, a equipe ainda não tem certeza do que vai ocorrer com o perfil, se será possível recuperar a página. Eles também não sabem o que acarretou o bloqueio do perfil.

Prejuízos à marca por derrubada do perfil

Sem dúvida, nos dias de hoje, as redes sociais são uma ferramenta muito importante para diversos negócios e, com a Víbrio, isso não é diferente. Conforme a diretora de Marketing:

“O Instagram é uma parte expressiva das nossas vendas. É por meio do Instagram que a Víbrio tem se tornado tão conhecida, pela forma como a gente comunica o produto, pela forma que a gente trabalha a informação, desmistificando o sexo e tratando isso como uma necessidade parar criar uma intimidade e laços entre os casais. A gente trabalha também educação sexual lá dentro, então, a página em si, é muito forte para a marca.”

No entanto, o prejuízo não foi apenas na parte do Marketing de conteúdo. Thamyris Fernandes ainda alega que eles tinham muitas campanhas para lançar no início da semana do dia 24 de outubro, além de estarem se preparando para a Black Friday e, por isso, não sabem de que forma essa medida do Instagram vai impactar a Víbrio.

Ainda sobre a Black Friday, o CEO nos falou:

“Nós, enquanto empresa, já tínhamos preparado um fluxo de caixa para a Black Friday, que seria na semana seguinte. Já tínhamos todo um estoque programado, tínhamos todo um investimento. Nos sentimos traídos pela plataforma quando percebemos que perdemos a conta no domingo sem nenhum aviso prévio. Uma conta que era nosso principal meio de comunicação, dessa forma, reduziu nossas vendas pela metade, num período em que o faturamento triplica.”

Como a Vibrio vai proceder?

O CEO, Edson Benati, disse que já entraram em contato com a Meta, empresa da qual o Instagram faz parte. Porém, não tiveram respostas conclusivas, por ora. Além disso, a Víbrio vai buscar, por meio da Justiça, uma forma de reparar os danos sofridos pelo bloqueio repentino da conta sem notificação, pois isso tem afetado muito o faturamento e prejudicado o fluxo de caixa da empresa.

Aparentemente, esse tipo de conduta por parte da Meta está afetando outras empresas também. Segundo especialistas em recuperação de contas, o Instagram tem punido de forma recorrente algumas marcas, sem dar nenhuma explicação.

O que é a Vibrio?

A Vibrio é a primeira marca brasileira de bem-estar sexual. Ela comercializar produtos eróticos sofisticados e de qualidade, conta com uma linha própria de cosméticos focados no ramo e ainda oferece conteúdos de educação sexual por meio do perfil do Instagram e de seu blog. Dessa forma, a empresa se propõe a quebrar tabus e tem como foco a discrição para atender seus clientes.

O público-alvo são casais que querem inovar no relacionamento ou adquirir maior conhecimento sobre sexo e sobre seus corpos, descobrindo diferentes formas de prazer que ainda não tinham acessado. Tudo isso é possível com a combinação entre os produtos e os conteúdos oferecidos pela marca, sobretudo, por contar com o apoio de profissionais especializados que ajudam a manter a seriedade e a saúde sexual.

A Vibrio foi fundada em 2021 e, hoje, é a empresa do ramo de produtos eróticos que mais cresce no Brasil, conseguindo se consolidar muito mais rapidamente que muitas outras que são bastante conhecidas. Dentre os fundadores, estão nomes conhecidos da internet, como Dani Noce, Malu Perini e Raul Sena.

Leia também: 

Mais de 140 mil caíram em golpe da Adidas no Instagram
Kylie Jenner tem a foto mais curtida da história do Instagram
Fotos de Kim Kardashian voltam a causar no Instagram
5 fotos de famosas que polemizaram no Instagram


Outras postagens

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários