Receitas

Papinhas – 10 receitas salgadas e 10 doces para você escolher

As papinhas são alimentos complementares que se incia a partir do 6º mês do bebês. As receitas são necessárias para o seu desenvolvimento.

Atualizado em 06/09/2020

As primeiras descobertas do paladar do bebê são momentos muito importantes. Portanto as papinhas são fundamentais para proporcionar esta explosão de sabores no paladar das crianças. A princípio, em seus 6 meses iniciais, o leite materno é o único gostinho conhecido pelos pequenos. Por isso, as misturinhas os encantam tanto e trazem um show de expressões em seus rostinhos.

Além disso, é a partir deste tempo que os pais começam a incentivar o hábito da ingestão de frutas, verduras e proteínas no dia a dia da alimentação dos bebês. Cada alimento possui vitaminas, minerais e fibras necessárias para o seu crescimento saudável. Lembrando que: é terminantemente proibido incluir açúcar na dieta dos bebês.

Portanto abuse na diversidade de comidinhas, mas evite o quanto possível coisas como: refrigerantes e doces. O mais indicado mesmo é inciar com receitas a base de frutas e verduras e posteriormente começar a acrescentar alguns tipos de carnes. Desse modo o estímulo será perfeito e logo logo o seu bebê estará gostando de todo tipo de comida.

Quando começar a dar papinhas para o bebê?

Incrível Mãe

Primeiramente, uma das dúvidas mais recorrentes na maternidade é a seguinte: “quando começar a dar papinhas?”. No geral, o certo é inciar a rotina com outros alimentos a partir dos 6 meses de idade da criança. Sobretudo as frutas, verduras, legumes e alguns tipos de carnes podem fazer parte dos ingredientes das papinhas. A textura, aliás, é sempre em forma de papa para facilitar o a vida dos bebês.

No entanto, não se esqueçam mamães de a nova forma de alimentar o seu filho (a) não anula a necessidade da amamentação. Portanto, em paralelo ao novo hábito, continue dando mama, pois o leite materno é indispensável para o desenvolvimento saudável das crianças. As papinhas, a princípio, só cumprem o papel de complementação da alimentação.

Aos 8 meses de idade é possível começar a deixar pedacinhos de comida no meio das papinhas. Isso não quer dizer que elas estão apitas a mastigar, mas é ai que elas começam a se familiarizar com o ato de “mastigar”. Segundo os pediatras, o exercício da mandíbula é recomendado para as novas experiências da criança. Além disso, você mamãe irá aliviar um muito as dorezinhas do nascimentos dos dentinhos, já que o pequeno terá onde coçar a gengiva.

Descoberta do paladar

Veja Saúde

Por fim, vamos ainda compreender um pouquinho mais como funciona as “papilas gustativas” dos bebês? Quando seu bebê ainda está dentro barriga por incrível que pareça ele já começa a desenvolver o paladar. A 15º semana da gestão possibilita, acima de tudo, esta ferramenta ao feto e, normalmente, as coisas que a mãe ingere é identificado pelas crianças.

A confusão de sabores engolidos pela gestante vão em formato de líquido para os bebês. Ao engolir este líquido eles (as) são capazes de identificar os sabores. Da mesma forma o leite materno também desempenha este papel. Consequentemente, a alimentação das mães influenciam nos sabores experimentados pelos seus filhos (as).

Nesse ínterim imagine só o quanto as primeiras experiências com papinhas devem ser significantes na vida da criança? A explosão de sabores e lembranças que vão contribuir para desenvolução do paladar dos pequeninos é ímpar para o crescimento. Por outro lado o hábito pode, surpreendentemente, criar neles a afeição por alimentos amargos. Tarefa naturalmente desafiadora para as mamães.

Papinha do mercado: usar ou não usar?

Essa Mãe

Quer saber mesmo a opinião dos especialistas sobre o uso de papinhas industrializadas? Então, a resposta para essa dúvida é que “não é aconselhável o uso deste artifício”. De fato é muito complicado estar sempre cozinhado tudo que precisa, mas o alimento fresco e feito na hora é sempre mais saudável para o bebê.

Em contrapartida, os bons e velhos portinhos de papinhas da prateleira do mercado contêm açucares e corantes. Ou seja, substâncias arqui-inimigas para o seu filho (a). Seja como for, se parar para dar um lidinha nos rótulos existem um monte de palavrões que, aliás, nem sabemos o significado. Portanto, na hora de optar entre os tipos de papinhas prefira os tipos naturais, feitos em casa.

Às vezes para facilitar o exercício diário da cozinha com os cuidados rotineiro do bebê é bom estabelecer algumas estratégias. Antes de mais nada compre e congele, se possível, todas as verduras irá usar na semana. Com toda certeza o método vai economizar sobretudo o seu tempo. Como resultado a saúde do seu pequenino e a sua estarão garantidos.

10 receitas de papinhas salgadas para o seu filho (a)

Super Clube Fit

Primeiramente pare tudo que estiver fazendo e prepare o papel e caneta. Corra no mercado, compre as verdurinhas, os temperos, os legumes e os afins para começar a fazer as papinhas do seu bebê. Não existem receitas mais fáceis do que as listada aqui abaixo para, enfim, começar a inovar nos sabores para o seu filho (a).

Em suma, priorize sempre estar por perto e acompanhar essa evolução. Nesse sentido o crescimento do pequeno será cheio de energia desde que as vitaminas e benefícios sejam implementadas para o seu desenviolamento corporal e mental. Aproveite você também mamãe e papai para entrar na onda de uma alimentação saudável e curta a rotina com o seu bebê.

1 – Papinha de abobrinha com chuchu

Papinhas.com

Primeiramente, vamos começar pelo terror das crianças: o famigerado chuchu. Já imaginou o seu bebê já ir se acostumando com este gostinho desde pequeno e dando, no futuro, aquele orgulho ao comer tudo que tiver no prato? Pois então, a hora é agora e a receita a seguir é simples rápida, saborosa e fácil de fazer.

Este alimento é a princípio recheado de fibras, cálcio, ferro e fósforo. Como resultado de sua ingestão a criança ficará longe de doeças que atacam devido a baixa imunidade. Da mesma forma, outra complicação que ficará longe do seu filho é a diabete. Em outras palavras invista sempre nesse alimento no dia a dia do seu filho (a).

Ingredientes

  • meio chuchu
  • meia abobrinha
  • 1 colher (sopa) de cebola picada
  • azeite
  • sal
  • 60 ml de água

Modo de preparo

Em primeiro lugar é preciso lavar bem as verduras e picar em cubinhos bem pequenos, se possível. Separe sobretudo uma panela de pressão derrame um fiozinho significativo de azeite, despeje a água, as verduras picadas e o sal. Posteriormente acenda o fogo e assim que pegar pressão conte de 10 a 15 minutos.

Finalizado o primeiro passo, abra a panela com cuidado após tirar a pressão, jogue tudo dentro do liquidificador (inclusive a água) e, por fim, bata até virar uma papa. Por incrível que pareça essa medida irá lhe render 2 refeições durante 2 dias. Portanto armazene bem o que não for usado e guarde para o dia seguinte.

2 – Papinha de espinafre com cenoura e frango

Papinha Gourmet

A receitinha a seguir é a indicada quando os pais começarem a implementar as carnes na dieta do bebê. O frango com espinafre e cenoura é uma bomba saudável de vitaminas perfeitas para o seu filho (a). A fonte energética é baseado no ferro, no potássio e é perfeito para evitar possíveis anemias nesta fase inicial da criança.

Ingredientes

  • 5 cubinhos de frango cortados
  • 1 batata em cubinhos
  • 4 folhas de espinafre
  • 1 tomate picado
  • meia cenoura em cubos
  • azeite
  • sal
  • 1 dente de alho

Modo de preparo

Dica: pique tudo que for necessário antes de começar a fazer a papinha. Desse modo separe uma panela e leve ao fogo com um fio de azeite. Jogue, afinal, o alho picadinho, espere dourar um pouco e acrescente o frango em cubinhos. Deixa pegar uma corzinha e na sequência coloque o tomate. O tomante é necessário para deixar o frango bem molinho.

Quando perceber o cozimento acrescente o restante de ingredientes listados. Não deixe de provar o sal das papinhas, porque se ficar salgado não é indicado dar ao seu filho. Cubra com água e espere ferver. Após 10 minutos espere esfriar e bata tudo no liquidificador. Por fim, aguarde esfriar e dê essa explosão de sabores ao seu filho (a).

3 – Papinha de frango, feijão, mandioca e jiló

Papinhas.com

Antes de tudo saiba que essa receita é bem cremosa e até os papais vão querer dar uma experimentada. A importância está sobretudo no acréscimo do jiló. Desse modo o preparo é uma ótima oportunidade para ir introduzindo aos poucos o alimento na rotina do bebê. Curta portanto esse desafio e se surpreenda com as reações dos pequeninos com essa surpresa em seu paladar.

Ingredientes

  • meia xícara de salsinha picada
  • 1 xícara (chá) de jiló picadinho
  • uma cenoura picada
  • 1 cebola picada
  • um dente de alho amassado
  • azeite
  • sal
  • 150 g de frango picado em cubos
  • 2 xícara (chá) com água

Modo de preparo

Separe a princípio a panela de pressão e coloque 2 xícaras de água com o alho, o frango e o feijão. Vinte minutos após o primeiro sinal de pressão desligue o fogo e, com cuidado, abra a panela. Com um colher grande vá separando o frango e desfiando os pedacinhos que ainda estiverem inteiros. Volte tudo para a panela assim que terminar.

Em suma, coloque todo o resto dos ingredientes ainda não usados (inclusive o sal podendo ser a gosto). Acrescente, acima de tudo, mais um xícara de água para não ficar seco e volte tudo para o fogo. Vá mexendo até a água abaixar bem e ficar cremoso. Se você achar que está sobretudo muito cheiro de pedacinho é só bater no liquidificador, esperar esfriar e, por fim, servir.

4 – Papinha de carne, couve, fubá

Chef Time

Por certo, o fubá é um ingrediente riquíssimo em vitaminas e é bastante usado para fortalecer a imunidade. Desde de sempre o alimento é constantemente usado para tratar doenças e deixar os pacientes bem mais fortes. Agora, vamos aprender como incrementá-lo na receita. Se associado a carne e a couve a garantia da saúde em estado forte e longe da anemia está garantida.

Ingredientes

  • 100 g de fubá
  • 100 g de couve
  • uma cebola
  • 200 g de patinho moído
  • sal

Modo de preparo

Primeiramente lave e separe a cebola e a couve. Corte ambas bem picadinhas e coloque em uma panela com água (a quantidade é até passar um dedo do conteúdo da panela).  Coloque a carne, deixe cozinhando por até 20 minutos, tempere a gosto. Para que fique bem cremosa e fácil de ingerir leve tudo ao liquidificar e bata até ficar com a textura da papinha.

5 – Papinha de frango, batata, beterraba, chuchu e acelga

Namu

A receita a princípio leva: acelga, frango, batata, beterraba e chuchu, portanto pense no quanto o seu bebê ficará vitaminado depois dessa refeição! Pois então separe de lado os ingredientes e mãos a obra. Agora, não se assuste com o resultado, porque vai ficar delicioso e tanto você quanto o seu filho (a) irão dar aquela leve repetida no prato.

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de frango em cubo
  • meia batata pequena picada
  • 2 colheres (sopa) de beterraba picada
  • 1 colher (sopa) cebola picada
  • 2 colheres (sopa) de chuchu picado
  • fio de azeite
  • 2 colheres (sopa de acelga picada

Modo de preparo

Pegue a princípio uma panela, leve ao fogo e uma vez que ela estiver quente acrescente o azeite e refogue a cebola com o frango. Agora é simples, coloque a beterraba e é só cobrir tudo com água e deixar cozinhar até que o liquido vire um caldo meio grossinho e o alimentos fiquem macios. Quando notar o ponto correto, acrescente a acelga e cozinhe por mais 5 minutinhos.

Por fim, tire do fogo quando estiver tudo muito bem cozido e, se preferir, amasse com um garfo. Caso o bebê ainda for muito novinho e os pedacinho ainda não puderem ser incrementados bata tudo no liquidificador. De acordo com os pediatras essa é a melhor forma para evitar uma possível engasgada. Agora é só aproveitar!

 6 – Papinha de cenoura e chuchu

Papinhas.com

É de arrebentar a boca do balão! Essa é uma das papinhas mais saborosas do universo da criançada. Dá para ver nas suas carinhas e na lambança saudável que elas fazem quando colocam uma colherzinha na boca. A cenoura, em primeiro lugar, é nutritiva e contribui para o funcionamento da visão, do intestino, da pele, dentre zilhões de outros benefícios.

O chuchu, por sua vez, não é muito conhecido e normalmente rejeitado por todo mundo. Contudo, saibam que este simples vegetal carrega quantidades consideráveis de vitamina B e C. A princípio ambas as vitaminas são responsáveis por facilitar a absorção do ferro no organismo. Portanto, se você quiser o seu bebê longe das famigeradas anemias, o chuchu é a solução.

Ingredientes

  • uma cenoura
  • meio chuchu
  • sal a gosto
  • 1 cebola
  • 1 alho
  • azeite

Modo de preparo

Antes de começar a jogar tudo na panela pique tudo bem pequeninho e reserve em poções. Feito isso, acenda o fogo despeje sobretudo um fiozinho pequeno de azeite na panela e refogue o alho e a cebola. Quando começar a dourar acrescente afinal o chuchu e a cenoura. Aguarda um pouquinho mexendo a penela e coloque água até cobrir as verduras.

Deixe cozinhar até que ambas as verduras estejam bem molinhas. Enquanto isso, tempere a gosto com o sal e se preferir use outro tipo de tempero da sua escolha, desde que não seja exagerado. Por fim, desligue o fogo quando chegar ao ponto e bata tudo no liquidificador. Está pronta a papinha do seu filho (a).

7 – Papinha de angu e feijão

Grão de Gente

Talvez provavelmente este seja o melhor momento de vocês (papai e mamãe) dividirem uma refeição em família. O angu e o feijão são perfeitos para o paladar e para os primeiros passos em direção as comidinhas do bebê. Fácil de engolir, saboroso e cheio de vitamina, o angu e o feijão estão no top 10 de possibilidades da lista de receitinhas.

Ingredientes

  • 50 ml de caldo de feijão
  • 3 colheres (sopa) de fubá
  • 1 alho
  • 1 colher (sopa) de cebola picada
  • sal a gosto
  • azeite

Modo de preparo

Sem dúvida este é o melhor momento para você já deixar separado a quele caldinho do feijão do dia. Coloque em uma vasilha e reserve para os demais preparos. Pegue um copo com água e dissolva o fubá até sumir. Em um panela coloque um fiozinho de azeite, refogue a cebola e o alho até dourar. Feito isso, acrescente o fubá, tempere com sal e misture o feijão. Espere borbulhar e desligue. Está pronta a melhor refeição para o bebê.

8 – Papinha de carne, macarrão, brócolis e espinafre

Papinhas.com

Quem disse que o macarrão também não pode ser incrementado na sopinha do seu filho (a)? O alimento é super possível sim de estar no meio de uma grande mistura. A massa é, em outras palavras, um alimento cheio de e vai contribuir na receita a seguir. Portanto não exite em ousar na cozinha e garantir um refeição rica para o seu bebê.

Ingredientes

  • azeite
  • uma colher (sopa) de cebola
  • 2 colher (sopa) de carne picadinha
  • 2 colher (sopa) de brócolis picado
  • duas colheres de macarrão
  • duas colheres (sopa) de espinafre
  • sal a gosto

Modo de preparo

O primeiro passo é deixar tudo bem picadinho e pronto para não prejudicar o andamento da receita. Pegue um recipiente e coloque no fogo com o fio de azeite e a cebola. Após ficar sobretudo bem douradinha acrescente a carne e deixe refogar. Prove o sal para ver se está no ponto e depois cubra com aguá e deixe cozinhar bem.

Depois de 15 ou 20 minutinhos é coloque, por fim, o espinafre com o brócolis e o macarrão e espere mais um tempo no fogo. Quando tudo ficar absolutamente molinho desligue e bata tudo no liquidificador. Afinal, o seu bebê ainda não pode mastigar tantos ingredientes, mas a papinha vai ganhar o coração do seu pequeno.

9 – Papinha de frango, cenoura e batata

Papinhas.com

Essa receita é muito parecida com um patê, mas é bem mais leve e com a probabilidade enorme da criança se apaixonar por essa refeição. Ambos os ingredientes são de dar água na boca e juntos fazem com que os sabores se intensifiquem para o benefício do paladar do bebê.

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de cebola
  • uma cenoura picadinha
  • uma batata picadinha
  • 500 g de frango em cubinhos
  • sal
  • azeite

Modo de preparo

Primeiramente refogue na panela com azeite a cebola e o franguinho picado. Espere ambos dourarem e ganharem um aspecto de cozido. Feito isso, acrescente ao processo a batata picada e a cenoura, misture bem. Cubra o conteúdo do recipiente com água, experimente para sentir o sal e deixe cozinhar por mais 15 minutos.

Após isso verifique se os alimentos estão bem molinhos. Caso esteja é só desligar o fogo e esperar esfriar. Assim que alcançar uma temperatura ambiente jogue completamente tudo no liquidificador e bata. Despeje em um pratinho e está pronta sua papinha. Aliás, é provável que sobre algumas poções, mas não precisa desperdiçar. Guarda na geladeira e sua próxima refeição já estará pronta.

10 – Papinha de batata, abobrinha e ovo

Receitas Nestlé

De fato o ovo é um tipo de proteína menos pesada do que a carne. Portanto se estiver com medo de já entrar com as carnes na dieta do bebê, use dos ovos para suprir a proteína necessária na receita. O precedimento é simples e vai deixar a papinha bem mais cremosa e agradável de comer.

Ingredientes

  • 1 batata
  • 1 colher de cebola picada
  • meia abobrinha picada
  • sal
  • 1 ovo
  • azeite

Modo de preparo

A princípio comece picando e refogando aos poucos a cebola, a batata e a abobrinha. Este início é fundamental para que o tempero adentre o alimento. Coloque o ovo para cozinha ao lado e espere até que tudo fique pronto. Quando terminar despeje todos os alimentos no liquidificador e bata para que ganhe a textura exata da papinha.

10 receitas de papinhas doces para o seu filho (a)

Super Clube Fit

Nem só de sal vive o paladar alheio. Em se tratando de novas experiências algumas opções não podem ficar de fora da lista de receitas dos pequeninos. As frutas também são importantíssimas para que a criança tenha os primeiros contatos com as coisas mais adocicadas. No entanto, o adocicado referido acima é completamente natural. Veja:

1 – Papinha de mamão com banana

Papinhas.com

Simples, rápido, fácil e muito gostoso. A receita de banana com mamão vem sempre a calhar quando o assunto é praticidade e saúde. Basta ter em casa ambas as frutinhas para fazer uma das misturinhas pastosas mais incríveis que você já viu.

Sem contar que os dois tipos de frutas são fundamentas para manter a ordem no tráfego intestinal. Salvo o intestino outra parte do corpo que ganha e muito com a papinha são os ossos, principalmente por causa da presente abundante de cálcio. Todavia esses são os benefícios inclusos em apenas uma refeição. Agora, mãos a obra!

Ingredientes

  • 1 banana
  • 1 fatia de mamão

Modo de preparo

Não tem segredo. Pegue um pratinho qualquer descasque a banana e corte em rodelinhas. Depois retire a casta de da fatia de mamão e retire as semente. Coloque tudo no prato e amasse com um garfo misturando as frutinhas. O resultado será uma pasta bem densa e cremos. Agora, é só dar para o bebê e aproveitar as suas reações.

2 – Papinha de manga e laranja lima

Papinhas.com

As frutas cítricas são a princípio as que mais provocam caretas engraçadas nos nenéns. A vitamina C para eles é fundamental para manter a imunidade equilibrada e longe de futuros problemas de saúde. A manga em si é benéfica para manter o tráfego intestinal saudável. Portanto ambas as frutinhas juntas promove um refeição altamente nutritiva e recheada de sensações.

Ingredientes

  • 1 manga
  • 1/2 laranja lima

Modo de preparo

Primeiramente pegue somente um lado da manga, corte-a em pedaços e vá passando com paciência em uma peneira. Quanto mais molinha for a fruta, melhor. Depois deste pequeno procedimento é só espremer a laranja lima sobre o conteúdo e oferecer para a criança experimentar.

3 – Papinha de ameixa preta, mamão e aveia

Mãe Pop

Algumas frutinhas mais exóticas e que não estão no nosso cotidiano também são bem vindas nos preparos. Essas são uma das mais importantes para as primeiras composições da paleta de sabores das crianças. A ameixa é uma fruta essencial para a saúde e contribui ricamente para o sistema digestivo. Aliás, todas as frutinhas deste preparo são poderosíssimas no quesito: saúde do corpo.

Ingredientes

  • 5 ameixas sem caroços
  • meio mamão
  • 2 colheres (chá) de aveia

Modo de preparo

Ao contrário da receita anterior essa vai precisar de um tempinho no fogo. Cozinha as ameixas em água por 10 minutinhos para ficar bem macia. Feito isso, deposite-as no prato junto com o mamãe e duas colheres de aveia. Por fim, amasse com um garfo até ficar bem papento e sirva para o seu bebê.

4 – Papinha de maçã e pera

Chef Time

Duas frutinhas primas que são riquíssimas em líquido. Os nenéns apresentam bastante falta de líquido e como não conseguem ainda falar as mamães precisam ficar de olhos abertos. Uma forma de manter a hidratação lá em cima é dar eles (as) as papinhas de pera e maçã.

Ingredientes

  • 1/2 pera
  • 1/2 maça

Modo de preparo

Ante de tudo, descasque bem a maça e tire o seu miolo onde ficam as sementes. Faça das mesma forma com a pera. Leve ao fogo com água e deixe ferver até que fique sobretudo bem macia. Quando alcançar o ponto ideal retire e coloque tudo no liquidificador para conquistar a pasta necessária. Por fim, deixe esfriar e sirva.

5 – Abacate com banana

Chef Time

Imagine só! O abacate é uma das frutas preferidas de quase todas as pessoas para fazer batidas ou simplesmente comer puro. As papinhas então devem ficar espetaculares com essa fruta em específico juntamente com uma bananinha. Macia, fáceis de fazer papas e incrivelmente fáceis para engolir. Perfeito para o seu neném!

Ingredientes

  • uma banda de abacate
  • uma banana

Modo de preparo

Retire sobretudo o caroço do abacate, rape a polpa e coloque em um prato. Posteriormente pique a banana em rodelas e junte tudo. Amasse ambas as frutinhas com um garfo e fechou! Já está pronto o lanchinho da tarde do seu filho (a).

6 – Papinha de pera e morango

Papinhas.com

Que combinação fantástica! A pera e o morango foram de fato feitos um para o outro. A pera por si é bem aguada e o morango super saboroso. Batidos a sensação é de estar tomando um suco mais concentrado e cheio de vitaminas. Ambas as frutinhas estão prescritas para a dieta saudável a base de papinhas graças a sua praticidade na hora de engolir.

Ingredientes

  • metade de uma pera
  • 3  morangos

Modo de preparo

Lave bem as frutas coloque-as no liquidificador e bata. Se necessário coloque um pouquinho só de aguá para triturar melhor. A sua papinha já está pronta para consumo. Assim que ver a reação do seu filho (a) entenderá a recompensa do trabalho e como tudo é novo para o seu paladar.

7 – Papinha de cereja com ricota

Papinhas da Xica

A princípio, nada há de melhor do que uma papinha gourmet feita afim de ampliar os conhecimentos sensoriais do neném. Cereja não é uma fruta muito comum e é por isso mesmo que ela está aqui na lista de receitas de papinhas. É preciso sempre lembrar dessas exóticas opções na hora de preparar a refeição do dia do seu filho (a).

Talvez, o difícil mesmo será encontrar as frutinhas de qualidade, mas o passo a passo é muito fácil. Prefira alimentos orgânicos, pois este primeiro momento é importante para o desenvolvimento das crianças. Como resultado o pequeno estará protegido dos métodos artificiais de produção e com a saúde lá em cima.

Ingredientes

  • 100 gramas de cereja
  • 40 gramas de ricota

Modo de preparo

O primeiro passo é, acima de tudo, picar ao meio todas as cerejas, colocar em uma panela com 3 colheres (sopa) de água e aguardar fervura. Assim que borbulhar aguarde 10 minutos até desligar o fogo. O resultado deste procedimento vai ser um purê de cereja. Mexa para ficar homogêneo. Por fim, para completar é só colocar a ricota e misturar bem até que se dissolva no conteúdo.

8 – Papinha de maçã, banana e uva preta

O Manual da Papinhas

Quem diria que até a uva é ingrediente para as deliciosas papinhas. No entanto, se combinadas com outras frutas é possível ser bem mais forte a experiência do bebê. Contando também com o poder das vitaminas da maça, do mamão e da canela juntamente com as uvas pretas, não haverá, enfim, refeição melhor para se fazer.

Ingredientes

  • 1 maça
  • 1o uvas pretas
  • 1 banana
  • canela a gosto

Modo de preparo

Não se esqueça de uma coisa: é sempre obrigatório cozinhas as maças. Portanto descasque-as e coloque numa panela com um pouco de água por 10 minutos. A polpa ficará molinha e assim mais fácil de manusear. Pique também a banana e a uva retire as sementes se houver. Coloque um peneira sobre a vasilha que usou e aproveite para cozinha no vapor as frutinhas recém picadas.

Misture e amasse bem ambos os preparos e depois junte em uma vasilha só. Misture mais um vez e pronto. A sua papinha diferenciada já está pronta. Aguarde sobretudo esfriar antes de alimentar o seu bebê. Sem dúvida alguma essa refeição será a segunda melhor do seu dia perdendo só para a amamentação.

9 – Papinha de maçã, abacaxi e kiwi

Papinhas.com

A junção perfeitas de ambas as frutas foi criada com o intuito de proporcionar saúde complete ao bebê. Os alimentos cítricos são fundamentais para familiarizar o paladar inciante das crianças e, sobretudo, prepará-las para o show de sensações que esses tipos de alimentos proporcionam. Com efeito, a próxima receita é perfeita para uma primeira vez com as papinhas.

Ingredientes

  • 2 maçãs
  • 1 kiwi
  • 100 g de abacaxi
  • suco de laranja natural

Modo de preparo

A princípio você deve lavar e picar as frutinhas e deixas um tempo com o suco de laranja cozinha a vapor. O tempo necessário de cozimento é, acima de tudo, de 10 a 15 minutos. Mas, uma dica é usar algo pontiagudo para espetar as frutas e ver se já estão quase derretendo. Após alcançar o ponto coloque tudo em um só recipiente e bata.

10 – Papinha multifrutas

O Manual das Papinhas

Por fim, temos uma última receita bombástica para você incrementar a dieta do seu pequenino. Nós que já mastigamos bem podemos fazer a boa e velha salada de fruta. Contudo, os bebê não ficam para trás, porque também podem usufruir dessa mistureba de outra maneira mais adaptada a seu organismo. Veja:

Ingredientes

  • 1 banana
  • água
  • 1 pera
  • 3 morangos
  • 1 laranja

Modo de preparo

Em síntese, assim como as outras receitas com pera e banana e morango, corte-as em pedacinhos após lavar e cozinha na água com fogo baixo por 5 minutos ou mais. As frutinhas precisam estar quase no ponto de derreter. Logo que estiverem prontas deposite com o suco de laranja e a banana no liquidificador e bata. Prontinho, a salada de fruta do seu bebê já está pronta.

Posto que agora já está por dentro da necessidade dos sabores na vida do seu filho use e abuse das receitas acima. Visto que cada um tem sua facilidade e traz inúmeros beneficio a finalidade agora é botar em prática. Sem dúvida a experiência que seu filho (a) terá é gratificando para o seu futuro. Portanto aproveite este tempo de descobertas tanto para você quando o seu neném.

Por fim, leia mais sobre os cuidados com o seu filho (a) em 21 sinais no recém-nascido que podem indicar problemas sérios

Fontes: B, Tua Saúde, Pais e Filhos, Tudo Gostoso, Tudo Gostoso 2, O Manual das P, Medium, Sou Mamãe, Kinedu, Tudo Gostoso 2, Tudo Gostoso 3, Tudo Gostoso 4, Chef Time, C para B e Crianças, Tudo Gostoso 5, Comidinhas fáceis, Refeições Rápidas e Práticas, Tudo Gostoso 6, Chef Time 2, Tudo Gostoso 7, Cuidaí

Fontes de imagens: Incrível Mãe, Veja Saúde, Essa Mãe, Super Clube Fit, P.com, P Gourmet, Chef Time, Namu, P.com 2, Grão de Gente, P.com 3, P.com 4, Receitas Nestlé, Super Clube Fit 2, P.com 5Papinhas.com 6, Mãe Pop, Chef Time 2, Chef Time 3, P.com 7, P.com 8, O Manual das P, P da Xica, O Manual das P 2 , 93FM