Listas

Menstruação atrasada: 11 causas comuns e o que fazer

A menstruação atrasada nem sempre é sinal de uma gravidez. Na verdade, há uma série de fatores que podem deixar o ciclo menstrual irregular.

Menstruação atrasada é algo bastante comum, e nem sempre é sinal de gravidez. Na verdade, uma série de fatores do dia a dia podem contribuir para um atraso da chegada da menstruação. Por exemplo, distúrbios hormonais, estresse, e uso de medicamentos. Tudo isso pode interferir no ciclo menstrual da mulher.

Aliás, a irregularidade do ciclo menstrual é um das queixas mais comuns das mulheres em fase reprodutiva. Para se ter uma ideia, no caso de mulheres com infertilidade, o ciclo menstrual irregular com ausência de ovulação soma 32% das causas de problemas para engravidar.

Então, se a menstruação atrasar por uns 3 a 5 dias é considerado normal, e se o atraso for regularizado no próximo ciclo. Contudo, dependendo de qual for a causa do atraso, isso pode ocorrer por meses seguidos. Portanto, é necessário procurar um médico se for algo recorrente. Além disso, se existir alguma possibilidade mesmo que mínima de gravidez, o ideal é fazer um teste antes de mais nada. 

Sendo assim, a seguir vamos entender melhor sobre o assunto e conhecer as causas mais comuns da menstruação atrasada.

Principais causas da menstruação atrasada

1. Estresse

O estresse, assim como a ansiedade caracterizam uma das causas mais comuns do atraso na menstruação. O excesso de responsabilidades, que acarreta no estresse, pode resultar em uma alteração dos hormônios. Contudo, na maioria das vezes, esse quadro é resolvido sozinho, quando passa o pico de estresse.

2. Obesidade ou subpeso

Mulheres com obesidade, ou seja, que tem uma maior quantidade de gordura corporal, comumente produzem mais estrogênio. Sendo assim, quando esse hormônio está com nível elevado, pode resultar em casos irregulares e também anovolutário, ou seja, quando a mulher não menstrua.

Em contrapartida, mulheres com subpeso, ou seja, com peso corporal muito abaixo do considerado saudável, também podem ter ciclos irregulares, pela falta de estrogênio. Já que a falta de tecido gorduroso diminui a capacidade do organismo de produzir esse hormônio.

3. Uso errado de anticoncepcional causa menstruação atrasada

Geralmente, os anticoncepcionais de uso oral tem o intuito de imitar o ciclo natural da mulher. Então, após longos períodos usando o medicamento, o organismo pode ter uma dificuldade para se normalizar.  Ou seja, retomar o clico natural, o que pode resultar na menstruação atrasada. Portanto, muito importante saber como parar de tomar anticoncepcional e o que acontece com o corpo.

4. Prática de atividades físicas em excesso

É comum em atletas de alto desempenho sofrer com alterações hormonais, que acabam afetando o ciclo menstrual. Contudo, isso não afeta todas as mulheres que praticam atividades físicas. Isso é mais comum em caso de atletas de alto nível, como competidoras profissionais.

5. Alteração na tireoide causa menstruação atrasada

Disfunções na glândula da tireoide, como hipertireoidismo ou hipotireoidismo, também são uma das causas da menstruação atrasada. Isso porque afeta diretamente a produção hormonal e causa as alterações nos ciclos. Nesses casos, é fundamental procurar um médio para começar o tratamento adequado.

6. Síndrome dos ovários policísticos

Mulheres que sofrem com a síndrome dos ovários policísticos, a SOP, apresentam atrasos menstruais e até ausência da menstruação em determinadas épocas. Isso é resultada da produção excessiva do hormônio androgênio, que afeta diretamente o ciclo menstrual

Aliás, confira 5 sinais de que você pode ter a síndrome dos ovários policísticos.

7. Amamentação

Para mulheres que acabaram de dar à luz e ainda estão amamentando, é normal não menstruar. Inclusive, esse quadro é chamado de amenorreia transitório. Isso acontece devido a prolactina, que regular a produção do leite e também interfere na ovulação da mulher.

8. Pré-menopausa

A menopausa ocorre geralmente para a maioria das mulheres lá pelos 50 anos de idade. No entanto, na fase que antecipa a menopausa, cerca de 1 a 5 anos antes da interrupção da menstruação, muitas mulheres sofrem com a irregularidade menstrual.

9. Restrições alimentares

Fazer dietas com muitas restrições também pode ser uma das causas da menstruação atrasada. Isso porque esse tipo de dieta pode resultar em oscilações hormonais, bem como pode reduzir os níveis de nutrientes do organismo. Desse modo, pode causar não apenas atraso, como até a ausência de menstruação.

10. Alterações do hipotálamo e hipófise

Essas duas glândulas ficam localizadas no cérebro e são responsáveis por regular os hormônios sexuais. Portanto, qualquer doença ou alteração que afete essas glândulas pode resultar na irregularidade do ciclo menstrual, e causar atraso ou antecipação do ciclo. 

11. Alterações hormonais na adolescência

Para meninas na fase da adolescência, as alterações hormonais são bem comuns, visto que o sistema endócrino ainda não está completamente amadurecido. Sendo assim, é normal não ter ovulação em alguns ciclos, o que também pode resultar em irregularidades, bem como o atraso na menstruação.

Quanto tempo de atraso na menstruação é normal?

Essa é uma questão fundamental. Então, para isso precisamos entender como funciona o ciclo menstrual. Em média, o ciclo menstrual normal dura 28 dias. Contudo, no caso de ciclos com intervalo de 21 a 35 dias, com antecipação ou atraso de até 3 dais são completamente normais.  Mas, isso não quer dizer que períodos maiores precisam ser um problema, contando que o ciclo tenha um padrão de regularidade.

Agora no caso de mulheres com ciclo menstrual irregular, como aquelas que sofrem com síndrome do ovário policístico, por exemplo, avaliar o atraso menstrual é um pouco mais difícil. Portanto, nesses casos, é comum a mulher ovular sem ter ciclos menstruais frequentes.

Sendo assim, primeiramente deve-se descartar a possibilidade de uma gestação. E para confirmar a ovulação deve ser através de uma ultrassonografia ou por meio da dosagem hormonal no sangue.

Quanto tempo de menstruação atrasada pode ser gravidez?

Os primeiros sintomas de uma gestação podem ser muito particulares e variar para cada mulher. No entanto, pode ser que os primeiros sintomas podem apareçam antes mesmo da menstruação atrasada. Então, geralmente, eles surgem a partir da quinta ou sexta semana de gravidez, ou seja, entre 7 a 14 dias após o dia que a menstruação deveria vir.

Contudo, a intensidade e regularidade dos sinais também variam entre as mulheres. Por exemplo, para algumas mulheres os sintomas são bem evidentes não deixando dúvidas para as mães. Já em outros casos, passam despercebidos, e confundidos apenas como um mau estar comum.

Teste de farmácia negativo, mas a menstruação continua atrasada

Normalmente, os testes de farmácia são bem confiáveis, no entanto, dependo da fase da gestação, ele pode dar falso negativo por ter sido feito cedo demais. Além disso, no caso de gravidez ectópica também pode dar resultado errado.

Contudo, o mais provável é que a mulher sofra com algum tipo de desiquilíbrio hormonal, e por isso a menstruação continua atrasada, mesmo quando ela tem um ciclo regular. Portanto, nem sempre o atraso pode ser tido com um sintoma de gravidez. 

Quando procurar ajuda médica?

Não basta a menstruação atrasar um mês para determinar que isso seja um caso de irregularidade menstrual. Sendo assim, para chegar a essa conclusão leva tempo, já que a avaliação não pode ser baseada em um único ciclo menstrual.

Para mulheres que menstruam regularmente, a partir do atraso o primeiro passo é fazer o teste de gravidez. Caso não tenha uma gestação, e a menstruação atrase por três ciclos ou mais, o ideal é procurar um médico para analisar e procurar as causas relacionadas à menstruação atrasada.

Já no caso de mulheres que não têm um ciclo menstrual regular, o recomendado é avaliar o calendário menstrual por no mínimo seis meses. Então, caso se confirme a irregularidade, a mulher deve ir ao médico especialista.

LEIA MAIS: 

Menstruação irregular – Causas, sintomas e tratamentos

Menstruação pós-parto: quando volta ao normal e possíveis alterações

9 chás para descer a menstruação atrasada

Como fazer a menstruação descer? Métodos mais usados

Como regular a menstruação? Dicas fáceis e chás para ajudar no problema

Menstruação: as dúvidas mais comuns e 22 mitos e verdades

Fontes: Ceferp Saúde Bem EstarTua Saúde 

Bibliografia 

  • FOSTER, Christy; AL-ZUBEIDI, Hiba. Menstrual Irregularities. Pediatric Annals. Vol.47, n.1. e23-e28, 2018
  • FERRIES-ROWE, Elizabeth; COREY, Elizabeth; ARCHER, Johanna S. Primary Dysmenorrhea: Diagnosis and Therapy. Obstet Gynecol. Vol.136, n.5. 1047–1058, 2020
  • DELIGEOROGLOU, Efthimios; CREATSAS, George. Menstrual Disorders. Pediatric and Adolescent Gynecology. Vol.22. 2.ed; 160–170, 2012
  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. Síndrome dos Ovários Policísticos. 2018. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/media/k2/attachments/18Z-ZSndromeZdosZovriosZpolicsticos.pdf>. Acesso em 26 set 2022
  • HEIDI, Felix M; CERVONKA, Daniel. Dysfunctional uterine bleeding from the primary care perspective. JAAPA. Vol.25, n.4. 47-49, 2012
Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
1 Comentário
Antigos
Novos Mais votados
Feedbacks
Ver todos os comentários
Márcia
Márcia
31 de julho de 2022 00:45

Amei


Escolhidas para você