Saúde

6 receitas de chás laxantes para combater a prisão de ventre

Para quem sofre com prisão de ventre, uma boa maneira de resolver o problema e de forma natural é fazendo uso de chás laxantes.

Muitas pessoas sofrem com prisão de ventre, uma condição médica onde a pessoa não consegue evacuar, mesmo que esteja com vontade de ir ao banheiro. Ademais, para ajudar e combater essa condição, você pode fazer uso de chás laxantes. No entanto, é preciso ter certos cuidados ao consumir esse tipo de chá.

Em suma, chá laxante como chá de sene, ruibarbo ou frângula, por exemplo, é uma ótima maneira de melhorar o trânsito intestinal, combatendo a prisão de ventre. Enfim, chás laxantes são ideais para soltar o intestino quando você não consegue evacuar por mais de 3 dias ou quando as fezes estão ressecadas.

Ademais, o chá laxante facilita a eliminação das fezes graças à senosídeos ou mucilagens, substâncias presentes em sua composição. Além disso, seu preparo é fácil e rápido. No entanto, mesmo se tratando de uma bebida natural, não é indicado o consumo por mais do que 1 ou 2 semanas.

Pois, pode causar irritação no intestino. Principalmente, o chá de ruibarbo e o de cáscara sagrada, que devem ser consumidos no máximo por até 3 dias. Enfim, caso a prisão de ventre não melhore em 1 semana, procure um médico para que ele indique um tratamento mais adequado.

Continua após a publicidade

O que é prisão de ventre?

Metrópoles

Em suma, prisão de ventre (também conhecida como constipação intestinal ou intestino preso) trata-se de uma condição médica onde mesmo sentindo vontade de evacuar você não consegue. Ademais, essa condição pode durar alguns dias ou pode estar relacionada a um problema do sistema gastrointestinal.

Portanto, caso a prisão de ventre se apresente com frequência, o ideal é consultar um médico para fazer exames que possam indicar o que está errado. Enfim, além de ser incômodo o intestino preso pode deixar a pessoa mais propensa a desenvolver hemorroidas que podem estourar e causar sangramentos na região.

Continua após a publicidade

Embora possa afetar homens e mulheres, é mais comum em mulheres. Sendo que a causa pode estar relacionada a diversos fatores. Por exemplo, uma alimentação pobre em fibras, sedentarismo, desidratação constante e consumo excessivo de alimentos industrializados. Assim, como mudança da rotina, situação de estresse ou uma viagem.

Ademais, os principais sintomas da prisão de ventre são:

Continua após a publicidade
  • Dificuldade para evacuar, onde mesmo fazendo grande esforço não consegue eliminar as fezes.
  • Sensação de fezes presas dentro do corpo
  • Sensação de barriga pesada
  • Distensão abdominal
  • Gases
  • Cólicas
  • Desconforto abdominal
  • As fezes são eliminadas em pequenas quantidades
  • As fezes aparentam estar secas ou endurecidas.

Enfim, caso não seja tratada de forma correta, a prisão de ventre pode ter complicações. Por isso, uma ótima maneira de resolver esse problema de forma rápida e natural é consumir com chás laxantes.

Chás laxantes

1- Chá de sene

Chás laxantes: 6 receitas naturais para combater a prisão de ventre
Tecnotícias

Um dos mais poderosos chás laxantes é o de sene. Pois, ele ajuda a aumentar os movimentos intestinais, o que alivia a prisão de ventre. E o interessante é que o chá de sene faz isso sem causar o aumento dos gases. Em suma, o sene possui em sua composição senosídeos, mucilagens e flavonóides, que proporciona um efeito laxante mais leve. Enfim, o chá pode ser feito com as folhas secas de Senna alexandrina, também conhecida como Alexandria senna ou Cassia angustifolia. Para preparar o chá de sene você vai precisar de:

Ingredientes

  • 0,5 a 2g de folhas secas de sene;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo e consumo

Continua após a publicidade

Primeiramente, adicione as folhas de sene em uma xícara com a água fervente. Então, deixe em repouso por 5 minutos. Em seguida coe e beba o chá. Ou, se preferir você pode preparar uma solução com 2ml de extrato fluido de sene ou 8 ml de xarope de sene em 250 ml de água e em seguida beber a solução.

Enfim, seja o chá ou a solução, devem ser tomados de 2 a 3 vezes ao dia. Sendo que seu efeito laxativo costuma acontecer dentro de 6 horas após o consumo. No entanto, o chá de sene não é indicado nos seguintes casos

  • Para mulheres grávidas ou que estejam amamentando
  • Crianças com menos de 12 anos
  • Pessoas com prisão de ventre crônica
  • Pessoas com obstrução e estreitamento do intestino
  • Quando há ausência de movimentos intestinais
  • Doenças inflamatórias intestinais
  • Dor abdominal
  • Hemorroida
  • Apendicite
  • Durante o período menstrual
  • Infecção urinária
  • Insuficiência hepática, renal ou cardíaca.

2- Chá de psyllium

Diário do Nordeste

A planta medicinal Plantago ovata, conhecida como psyllium, atua absorvendo a água no intestino e facilitando os movimentos intestinais. Ademais, isso acontece devido às sementes da planta possuir um gel espesso que é rico em fibras solúveis. Dessa forma, ajuda na regularização do intestino o mantendo saudável. Enfim, para preparar o chá laxante de psyllium, você vai precisar de:

Ingredientes

Continua após a publicidade
  • 3 g de semente de psyllium;
  • 100 mL de água fervente.

Modo de preparo e consumo

Em suma, coloque as sementes do psyllium na xícara de água fervente e deixe repousar. Depois, coe e tome o chá até 3 vezes por dia. No entanto, o chá laxante de psyllium não deve ser usado por grávidas ou durante a amamentação e nem por crianças menores de 12 anos.

3- Chás laxantes: cáscara sagrada

Guia do Corpo

Conhecida cientificamente como Rhamnus purshiana, a cáscara sagrada trata-se de uma planta medicinal que possui em sua composição cascarosídeos. Dessa forma, o chá laxante de cáscara sagrada atua aumentando a motilidade intestinal, facilitando a eliminação das fezes. Portanto, para preparar o chá de cáscara sagrada você vai precisar de:

Ingredientes

Continua após a publicidade
  • 0,5 g da casca de cáscara sagrada, equivalente a 1 colher de chá da casca;
  • 150 mL de água fervente.

Modo de preparo e consumo

Primeiro, você deve acrescentar a cáscara sagrada em uma xícara com água fervente. Em seguida, deixe repousar por 15 minutos. Então, coe e beba antes de dormir. Pois, o efeito desse chá laxante acontece dentre de 8 a 12 horas após sua ingestão. Mas, caso prefira você pode preparar uma solução com 10 gotas de extrato fluído de cáscara sagrada em um copo de água e beber a mistura 3 vezes ao dia.

No entanto, a cáscara sagrada não é indicada para os seguintes casos:

  • Durante a gravidez
  • Durante a amamentação, pois pode intoxicar o bebê através do leite.
  • Crianças menores de 10 anos
  • Dor ou cólica abdominal
  • Fissura anal ou retal
  • Hemorroida
  • Obstrução intestinal
  • Apendicite
  • Inflamação intestinal
  • Desidratação
  • Náusea ou vômito.

4- Chá de ameixa seca

Chás laxantes: 6 receitas naturais para combater a prisão de ventre
Mundo Boa Forma

Em suma, a ameixa seca é rica em fibras solúveis (pectina) e fibras insolúveis (celulose e hemicelulose) que atuam absorvendo a água do trato digestivo. Além disso, formam um gel que ajuda a regularizar o intestino. E o que torna o chá de ameixa seca um ótimo chá laxante é o sorbitol presente em sua composição, que é um ótimo laxante natural que facilita a eliminação das fezes. Dessa forma, para preparar o chá de ameixa seca você vai precisar de:

Continua após a publicidade

Ingredientes

  • 3 ameixas secas sem caroço;
  • 250 mL de água.

Modo de preparo e consumo

Comece adicionando as ameixas secas em um recipiente com 250 ml de água. Em seguida, leve ao fogo e deixe ferver por 5 a 7 minutos. Então, quando esfriar beba o chá laxante ao longo do dia.

Enfim, você também pode colocar 3 ameixas secas sem caroço em um copo de água e deixar de molho durante a noite toda. Então, no dia seguinte beba a água em jejum.

Continua após a publicidade

5- Chás laxantes: frângula

Chás laxantes: 6 receitas naturais para combater a prisão de ventre
Tua Saúde

A frângula, cujo nome científico é Rhamnus frangula, é uma planta medicinal que possui uma substância chamada glucofrangulina, que possui propriedades laxativas. Em suma, é um dos chás laxantes mais eficazes. Pois, a frângula atua aumentando a hidratação das fezes e estimulando a movimentação intestinal e digestiva.

Dessa forma, a produção de bile aumenta, fazendo com que a digestão dos alimentos melhore e assim, contribuindo para a regularização intestinal. Enfim, para preparar o chá de frângula você vai precisar de:

Ingredientes

  • 5 a 10 g da casca de frângula (equivalente a 1 colher de sopa da casca)
  • 1 L de água

Modo de preparo e consumo

Continua após a publicidade

Ademais, coloque a casca de frângula e a água em um recipiente e leve ao fogo, deixando ferver por 15 minutos. Depois, deixe repousar por 2 horas, coe e beba o chá 1 a 2 xícaras antes de dormir. já que seu efeito laxativo ocorre entre 10 a 12 horas após a ingestão do chá.

Por fim, o chá laxante de frângula não deve ser usado por mulheres grávidas e por pessoas que tenham colite ou úlceras.

6- Chá de ruibarbo

Chás laxantes: 6 receitas naturais para combater a prisão de ventre
Tua Saúde

Por ser rico em senosídeos e reina, o ruibarbo possui uma ação laxante muito potente. Sendo mais forte do que outros chás laxantes como o do sene, cáscara sagrada e a frângula. Por isso, o consumo deve ser feito com cuidado para não irritar o intestino e causar complicações. Para preparar o chá de ruibarbo você vai precisar de:

Ingredientes

Continua após a publicidade
  • 2 colheres de sopa de caule de ruibarbo;
  • 500 mL de água.

Modo de preparo e consumo

Primeiramente, coloque o caule de ruibarbo e a água em um recipiente. Então, leve ao fogo e deixe ferver por 10 minutos. Quando amornar coe e beba 1 xícara antes de dormir.

No entanto, o chá é contraindicado em alguns casos, por exemplo:

  • Durante a gravidez
  • Crianças com menos de 10 anos de idade
  • Dor abdominal
  • Obstrução intestinal
  • Náusea
  • Vômito
  • Doença de Crohn
  • Colite ou síndrome do intestino irritável
  • Pessoas que usam medicamentos como digoxina, diuréticos, corticoides ou anticoagulantes.

Cuidados ao consumir chás laxantes

BBC

Embora sejam naturais, os chás laxantes não devem ser usados por mais do que 1 a 2 semanas. Pois, podem fazer com que a pessoa perca líquidos e minerais, prejudicando sua saúde. Portanto, se a prisão de ventre persistir ou se tornar frequente, procure um médico especialista (clínico geral ou um gastroenterologista) para que ele indique o tratamento que seja adequado com seu caso.

Continua após a publicidade

Enfim, para evitar a prisão de ventre, beba de 1,5 a 2 litros de água por dia. Também pratique atividades físicas regularmente e procure fazer uma alimentação balanceada rica em fibras. Além disso, é importante evitar o consumo em excesso de alimentos industrializados e fast food.

Então, se você gostou dessa matéria, leia também: Alimentos que regulam o intestino – Quais são eles e benefícios.

Referências Bibliográficas:

  • Ministério da Saúde. Monografia da espécie Rhamnus purshiana (Cáscara sagrada). 2014. Ministério da Saúde e Anvisa.
  • LUENGO, María Tránsito López. Plantas de acción laxante en el tratamiento del estreñimiento primario. Fitoterapia. 19. 3; 118-123, 2000
  • CIRILLO, Carla; CAPASSO, Raffaele. Constipation and Botanical Medicines: An Overview. Phytother Res. 29. 10; 1488-1493, 2015

Continua após a publicidade

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários