Saúde

Aprenda como conduzir o desmame de forma gentil

O desmame gentil é um método dividido em etapas para cessar a amamentação dos bebês de forma saudável e evitando traumas.

O desmame gentil é uma forma de agilizar o processo que ocorre naturalmente, mas leva muito tempo para acontecer. Ademais, esse método é divido em etapas que vão preencher as necessidades nutricionais e emocionais do bebê, evitando traumas. Inclusive, é importante diferenciar esse processo do desmame total, no qual interrompe a amamentação de forma repentina.

Nesse sentindo, o desmame total pode causar problemas digestivos e imunológicos no bebês, bem como proporciona um sentimento de rejeição. Já nas mamães, esse processo pode originar obstrução dos ductos ou mastite, além de causar depressão.

Em suma, o consumo do leite materno como alimento exclusivo, conforme as recomendações da OMS, é até os 6 meses do bebê. E pode ser alimento complementar nas refeições até os dois anos ou mais.

Algumas informações relevantes sobre o desmame gentil

  • O desmame gradual só é possível e saudável para crianças a cima de 16 meses.
  • Inclusive, o desmame de forma gradual leve tempo e necessita de paciência.
  • Cada mãe e criança possui suas individualidades, por isso não possui regras fixas para o desmame gentil.
  • Para o desmame, sempre vai ser analisado o contexto vivido daquela mãe e filho, levando em consideração estrutura familiar e outros.
  • O desmame também é um caminho de achar novas interações entre a mamãe e a criança.

Sinais valiosos que a criança esta pronta para o desmame gentil

  1. A criança consegue se sentir bem e segura apenas com o cuidador, sem precisar da mãe todo o momento.
  2. Ela começa a ter consciência e diferenciar o dia da noite.
  3. Nota-se que a criança começa a sempre mudar de um peito para outro, isso sinaliza rejeição ao leite e consequentemente incomodo.
  4. Fica mais fácil negociar com recreações e brincadeiras em troca da amamentação.
  5. Diminuição da frequência que a criança exigia o peito.

Tipos de desmame

Atualmente, a sociedade tem o conhecimento de quatro tipos de desmame, sendo alguns mais falados que outros. Entretanto, os profissionais, principalmente das maternidades, deveriam explicar sobre esses métodos e os efeitos no corpo da mãe e criança.

Desmame natural

Segundo Bas, o desmame natural é um processo fisiológico que acontece lentamente e no tempo da criança. Sendo assim, a criança se auto desmama, podendo acontecer entre os 3 anos e 6 anos de idade.

Desmame abrupto/repentina

Em principio, o desmame abrupto é quando a amamentação no peito é interrompida de uma só vez, sem etapas e preparações. Para alguns especialistas, esse processo pode afetar negativamente em vários aspectos o bebê e a mãe. Como por exemplo, o desenvolvimento mental e social do bebê pode sofrer danos, além da possível desnutrição e desidratação.

Contudo, algumas mães são induzidas por profissionais a passarem por esse processo. Principalmente quando estão internadas ou quando o bebê esta com dificuldades de alimentação.

Desmame induzido

A priori, o método de desmame induzido é quando a amamentação no peito é substituída por bicos artificiais. Sendo assim, a emissão do leite é mais fácil do que no seio, trazendo maior facilidade para as mães. No entanto, é importante observar os sinais e a data necessária para ser feita esse processo.

Desmame gentil/gradual

O desmame gentil ou gradual é um método com etapas que facilitam um desmame saudável e sem traumas a ambas partes. Ademais, o processo vai constituir na substituição do ato de amamentar diretamente nos seios por meio de uma introdução alimentar e outros.

Passo a passo para fazer um desmame gentil

1 – Regular a demanda da amamentação no peito

Geralmente, a regulação pode durar de 7 a 14 dias, sendo algo que precisa de paciência. Então, comece usando roupas que dificultam a amamentação e evite oferecer o peito para a criança. Além disso, determine locais e períodos para amamentar, dando preferencia a lugares descontáveis e horários após o banho.

Outra dica interessante é diminuir o tempo da mamada, falando com a criança sobre o tempo limitado. Por fim, também é importante sugerir brincadeiras e outras atividades que substituam a amamentação no peito.

2 – Desmame durante a noite

Antes de tudo, é necessário destacar que ter alguém para te ajudar nesse período é muito importante. Entretanto, o processo pode ser feito sozinha, mas será algo ainda mais trabalhoso.

Durante a noite, o ideal seria que o cuidador ou o pai cuide dos últimos zelos, como o banho, pentear os cabelos e colocar a criança para dormir. Aliás, na hora que a criança despertar na madrugada, a outra pessoa que deve acolher.  

3 – Desmame total

Essa é a ultima etapa para finalizar o processo de desmame. Nesse período, é preciso descobrir novas formas de interagir e entreter a criança. Alguns especialistas indicam transformar esse momento em algo simbólico e importante. Assim, transformando um momento que poderia ser agoniante e estressante em algo memorável e tranquilo.

Gostou das informações sobre desmame gentil? veja também: O que é saco gestacional? Para que serve e os principais problemas 

Fonte: Commadre ,Guia de bem estar e Mães com ciência.

Bibliografia:

  • SILVA, Graziely; CABRAL, Gabriela; SOUSA, Laura; MAIA, Anice. O desmame gentil como temática indispensável durante as práticas de educação em saúde em um hospital maternidade. Publicações acadêmicas, 2021. file:///C:/Users/SABRINA/Downloads/4714-14991-1-PB.pdf. Acesso em: 13/07/2022
  • MACHADO, João Paulo; Formas de desmame do aleitamento materno: Revisão de literatura. Repositório UFU, 2021.  http://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/32995/1/FormasDeDesmame.pdf. Acesso em: 13/07/2022

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você