Saúde

Fungos nas unhas, o que é? Por que acontece e como tratar

Os micro-organismos conhecidos como fungos nas unhas são um tipo de micose bastante comum e que podem ser tratados o quanto antes.

Atualizado em 07/10/2020

Já se deparou com as pontas dos seus dedos amarelados e sem vida? Isso é causado por fungos nas unhas. Os fungos são um tipo de doença nas unhas que também é popularmente conhecido como micose. O aspecto é decorrente da contração de micro-organismos que adoram se alimentar de queratina. Ou seja, de toda a superfície das suas unhas.

A princípio, os tratamentos podem ser bastante variados. Mas até que consiga se livrar deste mal os fungos tem sido o maior terror na vida das mulheres. Ainda bem que a medicina e os métodos caseiros estão atualmente ajudando a acabar com a doença e dando um jeitinho para enfim prevenir a estética e a saúde das unhas.

O que causa fungos nas unhas?

Bahia Extremosul

Como já podemos ver na imagem a cima, os fungos nas unhas deixam a superfície amarela e com a textura extremamente grossa. O problema maior é quando não é feito tratamento para a doença de unhas, podendo até mesmo gerar algum tipo de infecção devido a falta de cuidados.

Além disso, o estado visual é muito mais desagradável, principalmente quando a mulher precisa usar calçados abertos. Esse tipo de micose é sobretudo contagiosa, ou seja, os micro-organismos se proliferam facilmente. Para evitá-los é preciso assumir certos hábitos para que não venha a transmitir ou ser contaminado.

O que acontece se não cuidar?

Bacana

A princípio, em decorrência da possível infecção, a micose pode passar dos limites e acabar afetando as regiões ao redor da unha. Portanto, se curar a unha já difícil isso é potencializado caso afete outra áreas. O conselho para este casos é procurar o quanto antes o tratamento.

Por ser também uma doença de unhas contagiosa, não se surpreenda caso apareça nas mãos e nos pés. O fato pode ocorrer quando a pessoa fica muito tempo com sapatos fechado e, portanto, sem ventilação. Isso proporciona aos fungos um ambiente menos arejado e úmido, devido o suor. Além disso, calçados muito apertados podem causar lesões.

Sabe quando o dedão começa a esfregar na lateral interior do sapato ou é altamente pressionado até o ponto de machucar? Então, está ai a chave maior para a entrada das doenças de unhas. A micose se prolifera ainda mais nessas lesões, por isso o mais aconselhável é optar pelo conforto dos seus pés.

Ou seja, como vimos acima as causas podem ser provenientes da falta de cuidados com os fungos nas unhas. Ou simplesmente virem a aparecer em consequência dos mal tratos com os próprios pés. Uma curiosidade é que a micose, no geral, para quem não sabe, pode aparecer também na região virilha, causando bastante desconforto.

Como saber que a minha unha está com fungo?

Ana Carla

Antes de tudo, vamos entender direitinho como bater o olho e já identificar que doença nas unhas é fruto de fungos. O primeiro passo é avaliar a coloração para ver se está diferente. Nos maiores casos iniciais da micose o aspecto tomado é esbranquiçado e/ou amarelado, quase no tom verde escuro.

O segundo indício mais importante e com grande sinal de “cuidado” é quando ela fica oca. Isso mesmo, as bactérias se acumulam tanto por debaixo e se alimentam tanto da queratina que a unha acaba ficando enfim oca. Sua presença é tão destruidora que você pode dar adeus a vivacidade da superfície, pois elas vão assumindo uma identidade grossa, velha e opaca.

Somando todos os sintomas, o resultado é o enfraquecimento das unhas. Elas acabam ficando cada vez mais quebradiças, isto é, a qualquer esbarrão ou erro na hora de cortá-las ela vão quebrá-las da pior maneira. O pior de tudo que a atuação dos fungos são portas abertas para qualquer outro tipo de infecção.

É contagioso ou não?

Patel Odiatry

Sim, como mencionada anteriormente os fungos nas unhas são altamente contagiosos. Além dos sapatos fechados a outras formas de se pegar ou transmitir as doenças nas unhas. Andar descalço na beira da piscina, por exemplo, é uma das forma mais comuns de contaminação. E se você tiver por volta dos 40 anos de idade vai ser pior ainda.

Assim que os anos de vida vão aumentando, as possibilidade de contração de fungos nas unhas é muito maior. Infelizmente, com o retardamento do seu crescimento elas se tornam lugares ideais para micose. Outros fatores também podem potencializado os risco, até mesmo uso de antibióticos por tempo prolongado possibilita este infortúnio.

Pessoas com doenças crônicas como a diabetes ou com hereditariedades podem ser sobretudo outro grupo de risco para ação dos micro-organismos. Nesses casos o sistema imunológico prejudicado pode vir a ser crucial na hora de contrair os fungos. O corpo possui poucas reações de defesa o que dá a chave de entrada para os micro-organismos.

Tipos de tratamentos para micose nas unhas

Saúde e Beleza Mais

O primeiro passo de todos é procurar um profissional da área para identificar a que ponto está a doença das unhas. Logo após a análise clínica com certeza os exames direcionaram para uma possível constatação de qual fungo estamos tratando. Já que as possibilidade são imensas, pois existe vários tipos de micoses.

Por fim, existem duas formas de tratar: a oral ou através de cremes. O mais comum é por meio exterior. Além dos cremes, outro artifício bastante usado são os esmaltes com medicamentos. No entanto, segundo estudos, quando os dois tipos de tratamentos (oral e não-oral) são feitos de forma conjunta, as respostas são muito mais promissoras para a saúde.

Mas, antes de mais nada, não consuma medicamentos sem prescrições médicas. Os danos causados podem acabar sendo sobretudo bastante desagradáveis. Evite esse tipo de transtorno e siga a ricas as orientações. Enfim, o modo mais agressivo e menos desejado por todos é por via cirúrgica.

O método procura solucionar o problema em sua raiz. Portanto, o único meio é a retirada da unha cheia de micro-organismos. A doença vai embora completamente com a retirada, mas deixa um espaço grande e vazio do seu dedo. O crescimento da nova unha é muito demorado, portanto o melhor mesmo é apostar na prevenção.

Modos de prevenção contra micose nas unhas

Deco

Sabe quando aprendemos ainda na escola que cortas as unhas é uma forma de higiene? Pois é, isso não foi dito à toa. Cortá-las irá impedir que grande colônias de fungos se habitem nas unhas. O certo mesmo é tem um cuidado diário com os pés como por exemplo enxugá-los da forma correta, sem deixar umidade para trás.

E, ressaltamos novamente, evite sapatos apertados. Tire um dia para deixar os seus pés respirarem e no menor sinal de incômodo por parte dos calçados, se livre deles, pois sua saúde é muito mais importante do que isso. Por fim, qualquer coisa suspeita de algum micro-organismo exige avaliação profissional. Procure o hospital mais próximo e não deixe para depois.

No mais, leia mais sobre a saúde dos pés em Escalda pés – O que é, para o que serve e contraindicações

Fontes: ecycle, Drauzio, Podo Safe

Fontes: Bahia Extremosul, Ana Carla, Bacana, Deco, Patel Odiatry, Saúde e Beleza Mais, Dr. Cérsar Bimbi