Saúde

Quando ir ao ginecologista: 6 sinais que indicam necessidade de consultar

É muito importante estar atenta a quando ir ao ginecologista. Pois, dessa forma você pode prevenir doenças e ter uma vida mais saudável.

Você sabe quando ir ao ginecologista? Em suma, o ideal é ir pelo menos uma vez ao ano a partir da primeira menstruação para fazer exames preventivos, como o papanicolau, por exemplo. Pois, com esse tipo de exame é possível detectar precocemente alterações no útero e doenças, que se não forem tratadas adequadamente podem levar até mesmo ao surgimento de um câncer.

Ademais, ir ao ginecologista regularmente é essencial para a saúde da mulher evitando problemas futuros, independente da idade.  Além disso, a consulta também é importante para identificar doenças sexualmente transmissíveis. Por exemplo, sífilis, gonorreia, Aids e o Vírus Papiloma Humano (HPV). Também para avaliar uma gravidez através de uma ecografia, ou até mesmo orientar quanto ao uso de métodos contraceptivos e como prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

De acordo com pesquisas realizadas pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), cerca de 8% das mulheres brasileiras não tem o costume de ir regularmente ao ginecologista. E cerca de 5% nunca foram em um. No entanto, a orientação de um especialista é essencial para manter a saúde da mulher.

Por isso, é importante manter as visitas anuais para fazer um check-up e receber orientações importantes, inclusive poder rastrear doenças que precisam de tratamento precoce. Como é o caso do câncer de mama e de útero. Enfim, ir ao ginecologista vai ajudar a garantir ter uma vida mais saudável para poder envelhecer bem.

Quando ir ao ginecologista para a primeira consulta?

Quando ir ao ginecologista: 6 sinais que indicam necessidade de consultar
Vix

É normal que algumas mulheres fiquem em dúvida sobre quando ir ao ginecologista. Conforme já mencionamos, o ideal é que seja pelo menos uma vez por ano, ou de acordo com a solicitação do médico. Mas, e quanto à primeira consulta você sabe quando deve ser? Segundo ginecologistas, não tem uma idade exata para a primeira consulta. Porém, o indicado é que seja antes da primeira menstruação, ou logo após. Que pode variar de menina para menina, podendo ser entre 9 a 15 anos de idade.

Durante a primeira ida ao ginecologista, o médico vai fazer perguntas para a menina. Por exemplo, como ela se sente durante a menstruação, se sente cólica ou dor nas mamas, além de explicar como funciona o ciclo menstrual e o período fértil. Como funcionam os métodos contraceptivos, os riscos de gravidez na adolescência e o de contrair ISTs (infecções sexualmente transmissíveis). Enfim, é um momento para que a menina possa tirar todas as suas dúvidas.

Por isso, nesse período é muito importante que a mãe converse abertamente com a filha, abordando o assunto de forma delicada e tranquila para ganhar sua confiança. Além de explicar a importância que a consulta com o ginecologista tem para prevenir problemas de saúde futuros, garantindo a ela uma vida mais saudável.

Quando ir ao ginecologista: como é feito a avaliação

Boa Consulta

Quanto a exames ginecológicos, normalmente o médico não pede para ver as partes íntimas da menina logo na primeira consulta. A não ser que a menina queixe de dores ou apresente corrimento, por exemplo. Dessa forma, ele pode pedir para ver a calcinha, apenas para confirmar se não há a presença de corrimento com cheiro forte, nas cores verde, amarelo ou rosado. Lembrando que, a secreção transparente ou esbranquiçada que surgem em alguns dias do mês é normal.

Por outro lado, se a menina ainda não menstruou, o ginecologista vai avaliar apenas o abdômen, os seios, a parte externa da região pélvica e o útero por meio do toque vaginal. Dessa forma, o médico pode conferir se não há a presença de caroços ou anomalias na região. Outro fator que pode indicar quando ir ao ginecologista é o fato da primeira menstruação demorar a descer.

Enfim, nesse caso é indicado consultar com um ginecologista para que ele possa avaliar a situação. Além disso, nessa idade meninas e meninos precisam ser vacinados contra o HPV. Para evitar o risco de contrair futuramente a doença, quando iniciar sua vida sexual.

Ademais, é importante que a adolescente tenha uma consulta e faça exames ginecológicos antes da sua primeira relação sexual para que possa receber as orientações adequadas. E outra consulta após a primeira relação sexual, para poder fazer uma avaliação completa.

Pois, a partir desse momento é essencial manter as consultas regulares para fazer exames preventivos para identificar doenças sexualmente transmissíveis, corrimentos, etc. E reforças a importância do uso de métodos contraceptivos.

Quando ir ao ginecologista: tipos de exames

Policlínica Granato

A importância de se saber quando ir ao ginecologista não é apenas para adolescentes, mas para todas as mulheres. Além disso, o médico vai solicitar os exames de acordo com a idade, fatores de risco ou queixas das pacientes. Por isso, é muito importante manter a regularidade das consultas e fazer todos os exames solicitados. São eles:

  • Colpocitologia Oncótica ou Papanicolaou: é um exame que tem como objetivo fazer o rastreamento de câncer de colo de útero. Dessa forma, ele é indicado para mulheres a partir dos 25 anos, tendo que ser feito anualmente.
  • Sorologias: em suma, trata-se de exames de sangue que tem como objetivo identificar doenças. Como as doenças sexualmente transmissíveis, por exemplo.
  • Ultrassonografia transvaginal: normalmente, esse exame é solicitado quando a paciente apresenta dores pélvicas, alterações no ciclo menstrual e caso de infertilidade. Da mesma forma, na menopausa, para averiguar o endométrio (mucosa que reveste o útero) e o ovário.
  • Mamografia: é indicada para mulheres a partir dos 40 anos de idade. Porém, o exame pode ser realizado antes dessa idade. Desde que a paciente apresente algum fator de risco.
  • Densitometria Óssea: é um exame que tem como objetivo identificar risco de osteoporose e sangue oculto nas fezes, para verificar sinais de câncer de intestino.

Quando ir ao ginecologista: situações que indicam a necessidade de uma consulta

1- Menstruação atrasada

Quando ir ao ginecologista: 6 sinais que indicam necessidade de consultar
Hilab

Se a sua menstruação está pelo menos há 2 meses atrasada e, se você fez o teste de gravidez de farmácia e deu negativo. Então, é preciso ir ao ginecologista. Pois, o atraso pode acontecer quando há problemas no aparelho reprodutor. Por exemplo, ovários policísticos 5 sinais de que você pode ter a síndrome dos ovários policísticosou endometriose ou até mesmo, devido ao mau funcionamento da tiroide.

Por outro lado, quando a mulher para de usar anticoncepcional, o ciclo menstrual tende a ficar alterado. Da mesma forma, o estresse também faz com que a menstruação fique desregulada.

2- Corrimento amarelo ou verde

Women´s Helth

Também é preciso saber quando ir ao ginecologista se você apresenta corrimento com odor forte ou com coloração amarelada ou esverdeada. Pois, pode indicar alguma infecção, como vaginose, gonorreia, clamídia ou tricomoníase, por exemplo. Além disso, também pode apresentar coceira na vagina e dor ao urinar.

Enfim, neste caso o ginecologista realiza exames para analisar o útero, como o papanicolau ou ecografia ginecológica. Dessa forma, ele pode indicar o tratamento mais adequado.

3- Dor durante a relação sexual

Quando ir ao ginecologista: 6 sinais que indicam necessidade de consultar
Uol

Normalmente, a dor durante a relação sexual, também chamada de dispareunia, está relacionada com a falta de lubrificação da vagina ou pela diminuição da libido. Cuja causa pode ser o estresse excessivo, uso de medicamentos ou até mesmo conflitos na relação do casal.

Por outro lado, a dor também pode ser resultado do vaginismo ou de infecções vaginais. Além disso, é mais comum a mulher sentir dor na menopausa e no período pós-parto. Enfim, o ginecologista pode indicar, dependendo da causa, antibióticos, lubrificantes ou exercícios.

4- Sangramento fora da menstruação

Metrópoles

É importante saber quando ir ao ginecologista em caso de sangramentos fora da menstruação. Pois, pode indicar a presença pólipos no útero. E em caso de gravidez, é comum 2 ou 3 dias após o contato íntimo acontecer pequenos sangramentos.

Por outro lado, também é comum ocorrer sangramentos após a realização de exames ginecológicos, como o papanicolau, por exemplo. Enfim, o indicado é procurar a orientação do ginecologista.

5- Dor ao urinar

Tua Saúde

Se você sente dor ao urinar, provavelmente, trata-se de uma infecção urinária. Principalmente, se acompanha outros sintomas, como urina turva, aumento da vontade de urinar ou dor abdominal. Ademais, também pode indicar doenças da bexiga, da uretra ou até mesmo do útero. Enfim, nesse caso, o ginecologista pode indicar um tratamento com antibióticos.

6- Menopausa

Metrópoles

Por fim, entre as situações que indicam quando ir ao ginecologista há a menopausa. Ademais, mulheres na fase da menopausa precisam ter um cuidado maior com a saúde. Por isso, o indicado é que as consultas sejam feitas a cada 6 meses. Contudo, para aquelas que fazem terapia de reposição hormonal, o intervalo entre as consultas devem ser menores.

Enfim, agora você sabe quando ir ao ginecologista e a importância para manter sua saúde. Então, se você gostou dessa matéria, leia também: Como saber se estou grávida? 16 sintomas antes do atraso menstrual.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você