Saúde

Quais os 9 Riscos do botox? Complicações que a mídia não comenta

Para quem gosta de fazer procedimentos estéticos é importante ficar atento aos riscos do botox que a mídia não divulga.

O botox é usado desde a década de 80. Inicialmente, era usado no olho para tratar o estrabismo. Pois, o botox atuava no relaxamento do músculo reto ocular, fazendo com que o estrabismo melhorasse. Mas, a partir dos anos 2000 ele começou a ser usado para fins de estética médica. No entanto, nem todos conhecem os riscos do botox para a saúde.

Em suma, a toxina botulínica tipo A ou botox, como é mais conhecido, trata-se de uma substância obtida da bactéria Clostridium botulinum. Ademais, é amplamente usada nos tratamentos de rejuvenescimento facial com o objetivo de suavizar as aparências das rugas e marcas de expressão.

Por isso, é um dos procedimentos mais populares e procurados pelos brasileiros. No entanto, há riscos em usar o botox, por exemplo, a ocorrência de paralisia dos movimentos faciais, assimetrias nas regiões das sobrancelhas e dos olhos, entre outros.

Enfim, foi no ano de 1987 que o casal de oftalmologistas canadenses Jean e Alastair Carruthers descobriram o uso da toxina botulínica tipo A para tratamento de rugas. A descoberta foi feita enquanto tratavam bleforospasmo, doença que provoca a disfunção muscular na área dos olhos.

Continua após a publicidade

Como é feita a aplicação do botox?

9 Riscos do botox: complicações que a mídia não comenta
Delas

Antes de saber sobre os riscos do botox, é importante entender como funciona a toxina. Em suma, a aplicação do botox é feita a partir da inserção da toxina botulínica tipo A diretamente nos músculos da região da face. Cujo objetivo é deixar o rosto mais harmônico, sem rugas e marcas de expressão. Proporcionando uma aparência mais jovial ao paciente.

Normalmente, o botox e aplicado em sessões que podem durar entre 4 e 6 meses. Sendo que, em cada sessão a toxina é aplicada em pontos estratégicos da face. Enfim, é possível perceber as primeiras mudanças logo após 48 horas da aplicação, com o potencial máximo atingido em 15 dias após a sessão.

Continua após a publicidade

A aplicação de botox auxilia nos tratamentos de:

  • Rugas dinâmicas
  • Marcas de expressão em qualquer parte do rosto
  • Alteração do desenho das sobrancelhas
  • Suor excessivo (hiperidrose)

Botox faz mal?

Dicas de Saúde

De acordo com dermatologistas, desde que aplicado em doses corretas, o botox não prejudica o paciente. Nem mesmo em longo prazo. Pois, os componentes da toxina são absorvidos pelo organismo com o tempo. Além disso, a toxina para procedimento deve ser certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Continua após a publicidade

Enfim, os efeitos do botox são reversíveis. No entanto, mesmo a aplicação ser feita em pequenas quantidades, há riscos de intoxicação ou infecção, porém, são pequenos.

Ademais, tanto homens e mulheres podem fazer procedimentos estéticos utilizando o botox. Que são feitos em consultórios dermatológicos. E ao contrário do que muitos acreditam os músculos não ficam resistentes à toxina com o passar do tempo.

Por outro lado, com o envelhecimento da pele pode ser necessário aumentar as doses do botox. No entanto, os dermatologistas alertam que algumas pessoas podem desenvolver anticorpos para a toxina. Aumentando a resistência aos efeitos proporcionados pelo botox. Por isso, é preciso respeitar o intervalo de 4 a 6 meses entre as aplicações.

Riscos do botox

1- Paralisia do rosto

Tua Saúde

Entre os riscos do botox, está a paralisia em partes específicas do rosto. Em suma, o tratamento com a toxina botulínica tipo A busca relaxar e suavizar a musculatura para acabar com rugas e marcas de expressão.

Continua após a publicidade

No entanto, caso o botox seja aplicado em grandes quantidades. Ou algum músculo que não seja a região a ser tratada seja atingido, pode causar paralisia ou deixar a boca torta.

2- Riscos do botox: Botulismo

9 Riscos do botox: complicações que a mídia não comenta
Namu

Embora seja difícil de acontecer, também faz parte dos riscos do botox à contaminação por botulismo. Ademais, pode ocorrer devido a inexperiência do profissional, pelo uso de uma toxina que não seja aprovada pela Anvisa e através da aplicação em grandes quantidades da toxina botulínica.

Em suma, o botulismo é uma doença causada pela mesma bactéria da qual é obtido o botox. Dessa forma, pode causar a paralisia dos músculos e dificuldade para deglutir os alimentos. No entanto, em casos mais graves o botulismo pode prejudicar a respiração e o funcionamento do coração.

3- Sintomas gripais

Uol

A aplicação do botox também pode causar sintomas de gripe, que é uma reação a toxina injetada.

Continua após a publicidade

4- Riscos do botox: Inchaço na região

9 Riscos do botox: complicações que a mídia não comenta
Dicas de Mulher

Também está entre os riscos do botox o aparecimento de edemas ou inchaços no local onde você aplicou a toxina. Mas, costuma desaparecer após alguns dias.

5- Dor de cabeça

Globo

Continuando com os riscos do botox, entre 10 e 20% dos pacientes sentem dor de cabeça durante alguns dias após a aplicação da toxina. Enfim, a dor pode ser leve ou moderada.

6- Riscos do botox: Assimetrias

9 Riscos do botox: complicações que a mídia não comenta
Vix

Um dos riscos do botox mais comum de acontecer é a assimetria facial. Ou seja, uma sobrancelha pode ficar mais erguida do que outra, um olho mais fechado do que outro ou uma parte do rosto mais enrijecida.

No entanto, após 4 ou 6 meses o botox perde seu efeito e a assimetria diminui. Além disso, os médicos não indicam a aplicação da toxina nas têmporas ou na lateral da testa.

Continua após a publicidade

Da mesma forma, pessoas que possuem flacidez acentuada na pele do rosto, os médicos aconselham a não usar a toxina.

7- Reação alérgica

Globo

Embora seja rara, a aplicação do botox pode causar reação alérgica em algumas pessoas. Por isso, é importante conversar com o médico antes do procedimento sobre o histórico de alergias.

8- Riscos do botox: Aparência plastificada

9 Riscos do botox: complicações que a mídia não comenta
Veja

Ao fazer a aplicação da toxina, um dos riscos do botox é ficar com a aparência plastificada. Ou seja, ficar com o sorriso estranho e artificial, assim como a expressão facial artificial. Inclusive, alguns pacientes ficam com a dificuldade de chupar canudinho e falar alguns sons. Principalmente, quando se aplica botox ao redor dos lábios. Por fim, também há pacientes que ficam com dificuldade de virar o pescoço.

9- Mulheres grávidas e pessoas com doenças autoimune

Fina Forma

Devido aos riscos do botox, mulheres grávidas ou que estejam amamentando não devem usar a toxina. Da mesma forma, o uso do botox é contraindicado para pessoas com doenças autoimunes ou neuromuscular. Por exemplo, distrofia muscular, miastenia gravis, miopatias, entre outras. Pois, o procedimento pode resultar em complicações à saúde.

Continua após a publicidade

Riscos do botox: outros tratamentos

9 Riscos do botox: complicações que a mídia não comenta
Globo

De acordo com dermatologistas, a toxina botulínica tipo A também pode ser usada em tratamentos terapêuticos. Como no tratamento de paralisia facial em pacientes que sofreram AVC, por exemplo.

No entanto, para evitar os riscos do botox, é importante que o procedimento seja feito por um profissional que conheça bem a anatomia facial e a toxina. Dessa forma, os mais indicados para realizar o procedimento são os dermatologistas e os cirurgiões plásticos. Portanto, não faça a aplicação de botox em qualquer lugar, procure profissionais especializados.

Então, se você gostou dessa matéria, leia também: Conheça a paralisia de Bell, doença que comprometeu movimentos faciais de Angelina Jolie.

Continua após a publicidade

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários