Saúde

Os sintomas de anemia infantil e seus tratamentos

Segundo estudos, cerca de um terço da população infantil sofre de anemia. Os sintomas de anemia infantil e os tratamentos já são conhecidos.

Você tem medo que seu filho possa desenvolver algum tipo de anemia durante a infância? Caso tenha, isso é compreensível, já que a anemia pode influenciar em alguns aspectos do crescimento dos seus filhos. Apesar de parecer o fim do mundo, já que ninguém quer ver o filho sofrendo, é possível identificar os sintomas de anemia infantil e aplicar alguns tratamentos.

De forma resumida, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a anemia é causada pela deficiência nos níveis de hemoglobina. A hemoglobina nada mais é que uma das proteínas dos glóbulos vermelhos, que geralmente são os maiores responsáveis por carregar o oxigênio através de todo o organismo.

Num geral, os principais sintomas da anemia infantil, ou sem adultos, são falta de energia e fadiga, que é caracterizada por cansaço e fraqueza extrema. Quando a anemia já está mais intensa, os sintomas podem se agravar, causando insensibilidade nas mãos e nos pés, tontura e falta de ar.

O que é anemia e seus tipos

Ferro

Como dito anteriormente, a anemia é identificada na maioria das vezes a partir de um cansaço e fraquezas extremas. Os sintomas em anemia infantil, ou em adultos, são causados pela insuficiência de oxigênio no organismo, já que essa é a principal área afetada pela anemia. A anemia em si tem diferentes tipos e causas. Ademais, os sintomas podem ser sentidos com intensidades diferentes, dependendo de tais tipos e causas. 

Inicialmente se monitora os sintomas, mas, assim que é observado um padrão nos sintomas do paciente, um hemograma será solicitado. O hemograma, que é feito após uma coleta de sangue do paciente, medirá os tipos de células que existem no sangue. Depois de identificado a anemia, a partir do hemograma, exames adicionais provavelmente serão requisitados, para identificar o tipo da anemia. 

1 – Anemia por deficiência de ferro

A carência de ferro no organismo caracteriza o tipo mais comum de anemia, que assola crianças e adultos em todo o mundo. Inclusive, os principais sintomas mencionados anteriormente, são os principais sintomas de insuficiência de ferro no sangue. O ferro é um componente importantíssimo na produção de hemoglobinas, que transportam o oxigênio pelo corpo. Quando se diminui a ingestão de ferro, forma-se menos hemoglobina, o que resulta em anemia.

2 – Anemia por deficiência de vitamina B12 e ácido fólico

Esse tipo de anemia também é chamada de “anemia perniciosa”. Ela é caracterizada pela não produção de um componente chamado “fator intrínseco”. Tal componente é uma proteína ligada à vitamina B12, que é importante na produção de hemoglobina. Ou seja, sem o fator intrínseco, o organismo tem dificuldade em absorver a vitamina B12, resultando em anemia. A deficiência dessa vitamina também pode ser causada por dieta inadequada e problemas que afetam o intestino.

3 – Anemia aplástica

A anemia aplástica é caracterizada por sintomas atípicos, como sangramentos duradouros, sangramentos nasais e na gengiva e manchas roxas involuntárias pelo corpo. Além disso, esse tipo de anemia também deixa a pessoa mais disposta a ter infecções. Esse tipo de anemia é causada pela diminuição de todas as células produzidas na medula óssea, ou seja, o corpo não produz com eficácia a hemoglobina, os leucócitos e as plaquetas. Geralmente esse tipo de anemia vem decorrente de certas infecções virais, como HIV e hepatite, mas também pode ser hereditária. 

4 – Anemia hemolítica

Como você já sabe, a anemia é causada pela insuficiência de oxigênio no corpo. Em pessoas saudáveis, as hemoglobinas, que são as responsáveis por carregar esse oxigênio, vivem em torno de 120 dias. Contudo, quando se tem anemia hemolítica, esse tempo de vida é reduzido para apenas alguns dias. Portanto, a reposição dessas hemoglobinas fica afetada, causando a anemia nos pacientes. Esse tipo de anemia também pode ser hereditário ou adquirido.

5 – Anemia das doenças crônicas

Algumas doenças crônicas de longa duração, como HIV e câncer, podem acarretar em anemia para os pacientes. Pelo fato do paciente já estar acometido por algum tipo de doença, geralmente esse tipo de anemia só é identificado quando o paciente precisa fazer um hemograma de rotina. Ademais, o corpo do paciente, de certa forma, se “acostuma” com a anemia, o que faz com que ela não seja identificada com antecedência. 

Anemia infantil

Sintomas de anemia infantil

A anemia infantil pode estar ligada a qualquer um dos tipos mencionados anteriormente, contudo, geralmente é causada pela insuficiência de ferro nas hemoglobinas. Segundo uma pesquisa feita na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), uma em cada três crianças brasileiras sofrem de anemia infantil. Pesquisas anteriores mostravam que mais da metade das crianças do país sofriam desse mal, ou seja, houve uma melhora significativa no número de casos.

Esse número é alarmante porque crianças, em um geral, precisam consumir até quatro vezes mais ferro que adultos. Ademais, além do ferro, crianças precisam ingerir mais nutrientes que adultos para ter um bom funcionamento do corpo, seja no sistema imunológico ou no sistema cognitivo. Muitas vezes as crianças sofrem de anemia porque não conseguem se alimentar da forma correta, rejeitando verduras e legumes. 

Os sintomas de anemia infantil vão além da fadiga e da falta de energia. Entre eles é possível observar o excesso de sono e cansaço. Além disso, a falta de apetite também é bastante comum, já que as papilas gustativas podem ser afetadas. Ademais, a falta de ar também pode ser observada, sendo preciso uma atenção maior para esse sintoma. A falta de atenção e dificuldade de aprendizado também pode ser observada em crianças, já que a região cognitiva também é afetada pela anemia.

Tratamentos para a anemia

Criança com verduras

A principal forma de prevenir e tratar os sintomas de anemia infantil é a mesma: controlar a alimentação. A introdução de alimentos ricos em ferro é essencial para que as crianças se mantenham saudáveis. As carnes, principalmente o fígado de boi, são ricas em ferro. Além disso, as folhas como couve e rúcula também auxiliam na ingestão de ferro e consequente produção de hemoglobina. Em alguns casos talvez seja necessário a ingestão de suplementos de ferro e vitamina B12, mas para isso é preciso de um acompanhamento médico.

Quando o tipo de anemia não é por insuficiência de ferro e vitaminas é necessário um acompanhamento médico mais especial. Dessa forma, é preciso levar a criança para o médico e identificar com precisão qual o tipo de anemia que a está afetando. Com o diagnóstico correto e um tratamento preciso, logo logo seu filho estará de volta à ativa!

Caso queira saber mais sobre quem pode sofrer de anemia: Menstruação causa anemia? Entenda melhor o assunto e as causas

Imagens: Pixabay

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você