Saúde

Quais os tipos de manchas no rosto e como tirá-las?

O surgimento de manchas na pele pode causar bastante incômodo. Saiba identificar tipos de manchas no rosto e no corpo e a causa de cada um.

O surgimento de manchas na pele pode estar relacionado a diversos fatores. Como longa exposição solar, machucados, procedimentos, queimaduras, uso de produtos, alteração hormonal, etc. Além disso, podem surgir diversos tipos de manchas no rosto e no restante do corpo.

Normalmente a pele é heterogênea. Portanto, quando há uma concentração maior de células ricas em melaninas em uma região da pele, elas atuam sobre os melanócitos, dando origem às manchas. Que podem ter uma coloração mais escura, amarronzada, vermelha, branco, ou mudar de cor com o passar do tempo.

Dessa forma, dependendo da característica apresentada pela mancha ela é denominada de melasma, efélides, rosácea, entre outros. Sendo que, cada tipo de mancha possui uma rotina de tratamento e cuidados específica.

Entretanto, é preciso ficar atento a casos mais graves. Pois, alguns tipos de manchas no rosto ou no corpo podem indicar um câncer de pele. Portanto, observe se o tamanho da mancha aumenta ou se possui cores diferentes. Enfim, o ideal é procurar um médico dermatologista para um diagnóstico mais preciso.

Tipos de manchas no rosto: o que significa cada cor

Manchas marrons

  • Melanose – causada pela exposição excessiva ao sol, aparecendo nas mãos, colo e costas.
  • Fitofotodermatose – causada pela reação do componente químico do limão com o sol, desaparecendo depois de alguns meses.
  • Melasma –causado por fatores genéticos, hormonais ou pela exposição ao sol. Além disso, é comum aparecer durante a gravidez ou pelo uso de pílula anticoncepcional. Apesar de não ter cura, há tratamentos que ajudam a amenizar sua aparência.

Manchas pretas

  • Nevo – normalmente, são pintas benignas. No entanto, é preciso observar se seu tamanho ou forma se modificam.
  • Nevo congênito – a criança já nasce com a mancha ou ela surge até os dois anos de idade. Ademais, é importante fazer o acompanhamento da pinta e, caso seja necessário retirá-la para prevenir o desenvolvimento do câncer.
  • Melanoma – costuma ser uma lesão sólida, plana ou mais alta, irregular e escura, podendo apresentar mais de uma tonalidade. Enfim, o melanoma é um dos tipos mais graves de câncer.
  • Queratose seborreica escuras – são pintas que aparecem com o tempo. No entanto, apresenta um índice de transformação ruim. Ademais, é uma mancha áspera que costuma aparecer no rosto e regiões de dobra no corpo.

Manchas brancas

  • Leucodermia solar ou sardas brancas – costuma aparecer após os 40 anos, devido a diminuição de melanina.
  • Pitiríase versicolor – conhecida como pano branco, a mancha é causada por um fungo. Ademais, pessoas com pele oleosa possuem mais chances de desenvolver.
  • Vitiligo – é uma doença genética, autoimune, que se desenvolve após uma alteração emocional.

Manchas roxas

  • Hematomas – é genético e comum em pessoas com maior fragilidade capilar.
  • Púrpura senil – aparece no braço de idosos.

Manchas vermelhas

  • Nevo rubi – possui a aparência de um novelo de lã e surge na pele de forma inesperada. Além disso, quando coça costuma sangrar.
  • Psoríase – é um tipo de descamação que surge em regiões da pele que sofrem muito atrito como axilas e virilhas, por exemplo. Mas, também pode aparecer nos joelhos, cotovelos e nas unhas.
  • Rosácea – é um tipo de mancha no rosto de cor avermelhada, que surgindo no nariz, testa, queixo e bochecha. Além disso, é mais comum em pessoas de pele muito clara e oleosa.

Tipos de manchas no rosto e no corpo

Em suma, manchas são marcas pigmentadas na pele. Ademais, podem apresentar diversos tipos de manchas no rosto e no corpo. Que podem surgir em colorações diferentes. Por exemplo, as manchas amarronzadas, resultado da produção excessiva de melanina.

1- Manchas escuras no rosto: melasma

Um dos tipos de manchas no rosto mais comum é uma mancha escura chamada melasma. Em suma, ela pode surgir durante a gravidez ou menopausa. Pois, está relacionada a mudanças hormonais. Dessa forma, é muito comum aparecer em pessoas com mais de 45 anos.

Enfim, as mudanças hormonais irritam os melanócitos, que fazem com que a pele mais escura em determinadas regiões do rosto. Além disso, a mancha tende a piorar quando a pessoa fica muito exposta ao sol. Além do rosto, as manchas também podem surgir nos braços ou pernas.

Uma dica para amenizar as manchas de melasma é usar protetor solar diariamente e fazer a esfoliação da pele 2 vezes por semana. Além de usar hidratantes enriquecidos com vitamina C e evitar a exposição prolongada ao sol. Da mesma forma, há pomadas e cremes que ajudam a clarear a pele.

2- Ceratose seborreica

Trata-se de um sinal escuro que surge na pele. No entanto, costuma ser benigno, portanto, não apresenta perigo para a saúde. Além disso, é um processo natural de envelhecimento.

Ademais, não há necessidade de tratamento. Mas, é importante fazer uma avaliação com um dermatologista, já que a mancha se assemelha muito com o câncer de pele.

3- Tipos de manchas no rosto: acne ou catapora

São manchas causadas por lesões na pele devido à acne, queimaduras ou catapora, também chamadas de hiperpigmentação pós-inflamatória.

Ademais, as manchas mais claras podem ser amenizadas utilizando um peeling superficial. Entretanto, as manchas mais escuras só são clareadas através de cremes despigmentantes. Por exemplo, o óleo de mosqueta.

Outra opção seria o peeling com ácidos, que removem a camada superficial e a intermediária da pele. Dessa forma, uma nova pele sem manchas surge no lugar.

4- Manchas da diabetes

Pessoas negras ou mestiças que tem diabetes tipo 2 podem desenvolver alguns tipos de manchas no rosto e no corpo de cor escura. Principalmente, na região ao redor do pescoço e nas dobras cutâneas.

Em suma, as manchas são causadas devido ao uso de antidiabéticos orais e mudanças hormonais. Por exemplo, hipotireoidismo ou ovários policísticos.

Enfim, uma boa dica para clarear essas manchas é fazendo uma esfoliação caseira uma vez por semana, utilizando sabonete líquido e açúcar. Contudo, a melhor maneira de amenizar o problema é emagrecer e praticar exercícios físicos periodicamente. Pois, dessa forma, o tratamento será mais eficaz, podendo até mesmo curar a diabetes tipo 2. E assim, não vai mais precisar dos antidiabéticos orais.

5- Dermatite (seborreica, atópica, de contato)

Em suma, se trata de um tipo de mancha de cor avermelhada que pode surgir devido a uma alergia. Ademais, pode surgir em qualquer parte do corpo, causando muita coceira na região afetada.

Enfim, a dermatite pode causar manchas marrons, surgindo após ingerir alimentos alergênicos ou aplicar certos produtos na pele. Por exemplo, camarão, morango, amendoim, perfumes, cremes, usar pulseiras, etc.

O tratamento para a dermatite pode ser feito aplicando cremes à base de corticoide duas vezes ao dia, até a melhora dos sintomas. No entanto, o ideal é procurar um dermatologista para identificar a causa da alergia. Pois, assim, a pessoa pode evitar o contato com o que provocou a dermatite.

6- Tipos de manchas no rosto: Sardas

Muito comum em pessoas que tem a pele muito clara. Dessa forma, as sardas surgem no rosto, colo, braços, podendo escurecer após a exposição ao sol. No entanto, há cremes e loções clareadoras que ajudam a clarear as sardas. Mas, como se trata de uma característica genética, ela não some completamente.

Agora, se preferir, pode usar receitas caseiras para clarear as sardas. Por exemplo, para preparar um creme caseiro você vai precisar de:

Ingredientes

  • 1 lata de creme nívea
  •  tubo de hipoglós
  • ampola de vitamina A
  • 1 vidro de óleo de amêndoa doce

Modo de preparo e aplicação

Em suma, misture todos os ingredientes e use diariamente. Outra opção é uma máscara caseira.

Ingredientes

  • Clara de 1 ovo
  • 1 colher de sopa de leite de magnésia
  • A medida de 1 tampinha de bepantol líquido

Modo de preparo e aplicação

Misture todos os ingredientes. Em seguida, aplique a máscara no rosto e deixe agir por 30 minutos. Por fim, lavar com água. Ademais, a máscara pode ser aplicada em dias alternados por até 4 semanas. Todavia, vale lembrar que é importante usar protetor solar com FPS 15 diariamente, para evitar que as sardas já existentes escureçam mais.

7- Micose e pano branco

Em suma, o pano branco, também conhecido como micose de praia, é uma infecção causada por um fungo. Dessa forma, surgem várias manchas pequenas de cor branca na pele. E, caso não seja tratado, o pano branco vai se espalhando pela pele.

Ademais, o fungo causador do pano branco vive na pele humana, porém, de forma controlada. Mas, quando o sistema imunológico fica comprometido, pode facilitar a proliferação do fungo, causando a micose.

Enfim, para tratar a micose, é necessário um tratamento com creme antifúngico, passando na pele 2 vezes ao dia durante 3 semanas. No entanto, quando a área afetada é muito grande, pode ser necessário tomar um antifúngico oral, sob indicação de um médico.

8- Tipos de manchas no rosto: Câncer de pele

No caso desse tipo de manchas no rosto e no corpo, surgem lesões que podem ter várias formas, tamanhos ou tonalidades. Ademais, as manchas tendem a aparecer principalmente em regiões da pele onde há mais exposição ao sol.

Ademais, esse tipo de mancha começa a aumentar de tamanho, podendo ter sangramentos. Dessa forma, para saber identificar o câncer de pele, é necessário observar se:

  • A mancha está isolada de outras manchas.
  • Possui mais de 6 mm com bordas irregulares.
  • A mancha possui mais de uma cor. Por exemplo, um tom azulado.

Enfim, é muito importante consultar um médico especialista o mais rápido possível. Para que ele possa indicar o tratamento adequado, lembrando que quanto mais cedo for diagnosticado, maiores serão as chances de cura do câncer de pele.

Tipos de manchas no rosto: cuidados

Não importa qual dos tipos de manchas no rosto e no corpo seja, para um tratamento eficaz é importante tomar alguns cuidados, tais como:

  • Lavar o rosto com sabonete indicado para o tipo de pele.
  • Use sempre protetor solar
  • Mantenha a pele sempre hidratada com cremes que sejam adequados ao tipo de pele. Que tenham ativos clareadores e antioxidantes, como vitamina C, por exemplo.
  • Evite a exposição excessiva ao sol.
  • Nunca esprema espinhas ou cravos. Pois, podem deixar marcas permanentes na pele.
  • À noite, remova toda a maquiagem e lave bem o rosto para não ficar resíduos na pele.
  • Por fim, antes de dormir, use algum tratamento para manchas que contenha ativos clareadores.

Ademais, na pele negra tende a aparecer manchas amarronzadas mais facilmente. Isso acontece devido ao fato de possuir uma quantidade maior de melanina do tipo eumelanina. Portanto, há a necessidade de um cuidado maior para evitar o aparecimento de manchas no rosto e no corpo.

Da mesma forma, ao fazer depilação a laser, pessoas de pele mais escura ou bronzeada podem sofrer queimadura. Pois, o laser pode confundir o Leo com a camada cutânea, atingindo o pigmento da pele. Dessa forma, a inflamação da lesão estimula a produção de melanina. Fazendo com que apareçam manchas na pele.

Por fim, se mesmo após 1 mês de cuidados e tratamentos, as manchas não sumirem. É aconselhável voltar ao médico para uma reavaliação e, caso seja necessário trocar o tratamento.

Então, se você gostou dessa matéria, saiba mais sobre o assunto em: Como tirar manchas do rosto – Ativos, métodos caseiros e tratamentos.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

0 0 votos
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você