Saúde

Chá de cavalinha: para que serve e como fazer

O chá de cavalinha é um excelente diurético natural, proveniente de uma planta medicinal rica em minerais benéficos para a saúde.

O chá de cavalinha é um dos mais usados no auxílio do emagrecimento, graças ao seu alto poder diurético. No entanto, a cavalinha possui outros benefícios, já que ela age diretamente em outros órgãos e partes do organismo. Ademais, trata-se de uma planta medicinal, Equisetum arvense. Sendo que, o chá é feito do talo seco da planta, que pode ser encontrado em lojas de produtos naturais ou em farmácias de manipulação.

A planta é nativa das regiões árticas e temperadas do hemisfério norte, chamada popularmente de equiseto e equiseto menor. No entanto, a cavalinha é descendente de uma planta maior, cuja origem é de mais de trezentos milhões de anos. Inclusive, na Grécia Antiga o chá de cavalinha era mito usado como diurético natural. Atualmente, a planta cresce na Europa, Canadá e América do Norte.

Chá de cavalinha: Para que serve e como fazer
Plantas e Raízes

Em suma, o chá de cavalinha, por ser diurético, ajuda a combater a retenção de líquidos no organismo. Dessa forma, o chá pode ser usado no tratamento de pedra nos rins e infecção urinária. Além disso, também possui ação anti-inflamatória e ajuda a fortalecer os ossos. Entretanto, apesar de todos os benefícios para a saúde do corpo, o uso excessivo da planta pode causar efeitos colaterais. Por exemplo, dor de cabeça forte ou pancreatite.

Chá de cavalinha: propriedades e benefícios

Tua Saúde

O chá de cavalinha possui diversas propriedades que auxiliam nas funções do corpo. Como ação diurética, anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana, cicatrizante, remineralizante, fortalecimento ósseo e hipotensor. Dessa forma, a planta medicinal é rica em:

  • Flavonóides – quercetina e apigenina
  • Compostos fenólicos – ácidos cafeico e cinâmico
  • Sais minerais – cálcio, fósforo, magnésio, potássio e ácido silícico
  • Além disso, a cavalinha possui como princípios ativos: saponinas, taninos, alcaloides, ácidos diversos, resinas, vitamina C, lignanos e compostos hidrossolúveis derivados do silício.

Em suma, o chá de cavalinha vem sendo muito utilizado por pessoas que querem emagrecer ou com problemas de retenção de líquido. No entanto, é preciso consultar o médico para aproveitar todos os benefícios da cavalinha, sem sofrer com efeitos colaterais.

Chá de cavalinha: Para que serve e como fazer
Diário do Nordeste

Ademais, entre os principais benefícios do chá de cavalinha, podemos destacar:

  • Auxilia no combate à retenção de líquidos, reduzindo o inchaço do corpo.
  • Ajuda na queima de gordura localizada. Pois, atua eliminando líquidos que causam o excesso de peso.
  • Combate a infecção urinária e outros tipos de problemas renais.
  • Diminui a pressão arterial, eliminando o excesso de líquidos dos vasos sanguíneos.
  • Fortalece os ossos, aumentando sua resistência e melhorando a saúde dos ossos.
  • Devido à presença de óleos essenciais (timol e o cineol), ajuda na eliminação de fungos (Candida sp.) e bactérias como a Escherichia coli (causa infecção urinária) e Staphylococcus aureus (afeta o pulmão e a pele).

Chá de cavalinha: indicações

1- Combater a retenção de líquidos

Revista Seleções

Devido ao seu alto poder diurético, graças às grandes quantidades de flavonóides e sais minerais, o chá de cavalinha combate à retenção de líquidos e inchaço do corpo. Pois, ele atua aumentando a produção e a eliminação de líquidos através da urina.

2- Auxilia no emagrecimento

Seu Corpo Perfeito

O chá de cavalinha é rico em substâncias antioxidantes, anti-inflamatórias, desintoxicantes e diuréticas. Como os flavonóides e o ácido cafeico, por exemplo. Que são responsáveis por aumentar a queima de gordura localizada e eliminar excesso de líquidos.

Além disso, a cavalinha possui ácido cafeico, que tem efeito termogênico. Ou seja, atua aumentando o metabolismo e a queima de gordura. Por isso, a planta medicinal é indicada para auxiliar no emagrecimento.

3- Combater a infecção urinária

Alergolife

Assim como é um forte aliado no combate à retenção de líquidos, o chá de cavalinha também combate problemas renais, como a infecção de urina. Isso acontece devido a sua ação diurética, que atua estimulando a eliminação da urina, juntamente com bactérias do trato urinário. Que são responsáveis por causar essas doenças.

4- Diminuir a pressão arterial

Chá de cavalinha: Para que serve e como fazer
Dráuzio Varella

O chá de cavalinha também é indicado para o controle da pressão arterial, graças a sua ação diurética. Em suma, ao aumentar a eliminação de líquidos, o volume de líquidos nos vasos sanguíneos diminui. Consequentemente reduz o esforço que o coração faz ao bombear o sangue, fazendo com que a pressão arterial diminua.

5- Manter a saúde dos ossos

Vita

O chá de cavalinha também é indicado para fortalecer e manter a saúde dos ossos. Pois, a cavalinha é rica em sais minerais, como cálcio, fósforo e magnésio, responsáveis pela saúde óssea.

De acordo com estudos, a cavalinha ajuda a inibir a degradação dos ossos, além de estimular a formação e regeneração das células ósseas. Dessa forma, atua na prevenção de doenças como a osteoporose, osteopenia ou raquitismo, por exemplo.

6- Melhorar o aspecto das unhas e da pele

Qualidade de Vida

A cavalinha possui em sua composição a sílica, que ajuda reduzir a fragilidade e a formação de ondulações nas unhas. Além disso, melhora a hidratação, endurece e fortalece as unhas, fazendo com que cresçam mais saudáveis.

Da mesma forma, o chá de cavalinha ajuda a melhorar a aparência da pele. Pois, a planta medicinal possui ação adstringente, anti-inflamatória e antioxidante, que combatem os radicais livres (causa envelhecimento precoce) e reduzem a oleosidade da pele, evitando o aparecimento de espinhas.

Chá de cavalinha: formas de uso

Diário do Nordeste

Apesar do chá de cavalinha ser a forma mais utilizada da planta medicinal, há outras formas de consumi-la. Por exemplo, você a encontra na forma de cápsulas de 100 mg, que devem ser consumidas após o café da manhã e almoço.

Da mesma forma, há opção do extrato seco da planta, que pode ser consumido entre 200 a 500 mg por dia. Já a opção de pó, pode ser consumida de 1 a 2 gramas antes de cada refeição. Desde que seja seguindo a orientação do médico.

Ademais, a cavalinha também pode ser usada para fazer gargarejos, compressas e banho de assento. Dessa forma, para fazer o banho de assento você deve colocar 3 punhados de talos secos na água e permanecer mergulhado de 5 a 10 minutos.

Como preparar o chá de cavalinha

Vix

Ingredientes

  • 1 colher de sopa do talo seco da cavalinha;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Primeiramente, acrescente a cavalinha na xícara de água fervente. Então, deixe repousar de 5 a 10 minutos. Por fim, coe e está pronto para beber. Sendo que, o ideal é beber até duas xícaras por dia. Preferencialmente, após as principais refeições do dia.

Entretanto, o consumo do chá de cavalinha deve ser moderado, não passando de uma semana seguida. Pois, pode causar desidratação e eliminação de minerais essenciais para o corpo. Além disso, devido aos efeitos diuréticos, não é aconselhável tomar à noite.

Chá de cavalinha: contraindicações

Dicas de Mulher

Apesar de ser um produto natural, há certas restrições quanto ao uso do chá de cavalinha. Pois, o consumo de grandes quantidades e por um período de tempo muito longo pode provocar a perda de minerais importantes para o organismo. Resultando em efeitos colaterais, tais como:

  • Diarreia
  • Dor de cabeça forte
  • Desidratação
  • Perda de peso
  • Pancreatite
  • Alteração da frequência cardíaca
  • Fraqueza muscular
  • Problemas de coordenação motora
  • Hipotermia
  • Anorexia
  • Disfagia

Ademais, gestantes e lactantes não devem consumir o chá de cavalinha. Assim como pessoas que sofrem com insuficiência cardíaca, pressão baixa e doenças renais. Pois, a cavalinha além de reduzir a pressão arterial, é altamente diurética.

Além disso, a planta medicinal pode afetar medicamentos como anticoagulantes, outros diuréticos, anti-hipertensivos, cálcio e taninos.

Por isso, é importante consultar um especialista para que ele possa orientar quanto à melhor forma de usar a cavalinha.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Chás para emagrecer: os 13 melhores chás para secar e perder a barriga.

Próxima página »

Escolhidas para você

Comentários

3 1 vote
Dê a sua opinião

guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Escolhidas para você